SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.74 número4Biologia reprodutiva do morcego Sturnira lilium (Chiroptera, Phyllostomidae), na Floresta Atlântica do Rio de Janeiro, sudeste do BrasilQualidade espermática do Jundiá Amazônico Leiarius marmoratus (Gill, 1870) após o resfriamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984

Resumo

BOUZON, JL et al. Espécies crípticas e estrutura genética em Didemnum granulatum Tokioka 1954 (Tunicata: Ascidiacea) na costa sul do Brasil. Braz. J. Biol. [online]. 2014, vol.74, n.4, pp.923-932. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.00213.

Didemnum granulatum é uma ascídia colonial incrustante de substratos consolidados infralitorâneos, e de ampla distribuição mundial. Variação na pigmentação é comum em invertebrados marinhos, e morfotipos de D. granulatum das cores laranja e bege foram detectados na região. Neste estudo, nós verificamos se os morfotipos de cor e/ou a distribuição espacial dos espécimens nas diferentes ilhas podem estar associados aos padrões de estruturação genética de uma única espécie, ou se eles representam espécies crípticas distintas. Os espécimens foram coletados em quatro ilhas ao longo da costa do estado de Santa Catarina. Um total de 45 amostras tiveram amplificados um segmento de 490pb do gene mitocondrial citocromo oxidase subunidade I (COI). Vinte e um haplótipos foram identificados. A diversidade haplotípica total (0.912) e a diversidade nucleotídica total (0.044) foram altas. O Fst global das populações analisadas foi 0.97, e a maior parte da variação ocorreu entre os grupos laranja e bege (82.19%). A variação encontrada entre as populações dentro dos grupos foi 15.37%, e 2.45% dentro das populações. A rede de haplótipos e a árvore de Neighbor-joining mostraram nítidas divergências genéticas entre os indivíduos de cores distintas, e entre as ilhas. Tais evidências sugerem a presença de um complexo de duas espécies crípticas de D. granulatum na região. Ambas as espécies foram fortemente estruturadas geneticamente entre as ilhas, o que reforça a necessidade de que tais atributos sejam considerados em medidas de conservação e proteção do ambiente marinho, mais especificamente nestas ilhas.

Palavras-chave : ascídia; diversidade genética; estrutura de população; ilhas; espécies crípticas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )