SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.75 número1Floral resources and habitat affect the composition of hummingbirds at the local scale in tropical mountaintopsEvidences that human disturbance simplify the ant fauna associated a Stachytarpheta glabra Cham. (Verbenaceae) compromising the benefits of ant-plant mutualism índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984

Resumen

RAGUSA-NETTO, J.. Ecologia alimentar do aracuã-do-pantanal (Ortalis canicollis) em uma floresta ripária no Pantanal Sul. Braz. J. Biol. [online]. 2015, vol.75, n.1, pp.49-57. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.07113.

Cracídeos são frugívoros generalistas que, também, exploram flores e folhas, sobretudo quando frutos são escassos. No Pantanal (Brasil), o aracuã-do-pantanal (Ortalis canicollis) é o cracídeo mais abundante, sendo particularmente comum em matas ciliares. No entanto, os fatores relacionados com sua ocorrência nesse habitat são desconhecidos. Nesse estudo eu descrevo tanto os hábitos alimentares quanto as variações de amplitude de nicho alimentar do aracuã-do-pantanal em relação à abundância e diversidade de recursos alimentares na mata ciliar do rio Miranda (Pantanal-Sul, Brasil). Também, analisei a relação entre atividade alimentar e oferta de recursos alimentares. Esse parâmetro (flores e frutos) exibiu variações significativas de abundância em que a produção de flores foi pronunciada de meados para o final da estação seca, enquanto a oferta de frutos foi elevada do início para meados da estação chuvosa. No entanto, a diversidade de recursos alimentares disponíveis para o aracuã-do-pantanal não diferiu entre as estações. A atividade alimentar do aracuã-do-pantanal foi paralela a oferta de recursos alimentares, tal que quando alguns itens eram abundantes um grande número de Aracuãs forrageava na mata ciliar, sobretudo durante a severa estação seca em que consumiram extensivamente flores e frutos de Genipa americana. De fato, a amplitude do nicho alimentar do aracuã-do-pantanal foi baixa nesse período, enquanto valores elevados foram comuns no restante do ano. A dieta flexível do aracuã-do-pantanal, potencialmente, favorece sua permanência continua na mata ciliar, principalmente durante a severa estação seca, quando a propensão a escassez de alimento se acentua. O aracuã-do-pantanal está entre os maiores frugívoros da mata ciliar, portanto, sua importância para regeneração desse habitat deve ser elevada em razão da constante perda de árvores causada pelas cheias anuais e a dinâmica de formação de meandros.

Palabras clave : Cracidae; fenologia; Pantanal; Ortalis canicollis; frugivoria.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )