SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.75 número1Evidences that human disturbance simplify the ant fauna associated a Stachytarpheta glabra Cham. (Verbenaceae) compromising the benefits of ant-plant mutualismVegetative and reproductive phenology of Butia purpurascens Glassman (Arecaceae) under the effects of leaf harvesting índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984

Resumen

FORMAGIO, ASN. et al. Compostos fenólicos de Hibiscus sabdariffa e influência de resíduos orgânicos em sua propriedade antitumoral e antioxidante. Braz. J. Biol. [online]. 2015, vol.75, n.1, pp.69-76. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.07413.

O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antioxidante, antitumoral e o conteúdo de fenólicos e flavonoides do extrato metanólico das folhas e cálices de Hibiscus sabdariffa (rosela) cultivada com cama de frango e organosuper ® em três modos de aplicação. O conteúdo fenólico total de cada extrato foi determinado utilizando o reagente de Folin-Ciocalteu e cloreto de alumínio para flavonoides. Os parâmetros antioxidantes foram avaliados pelo ensaio de seqüestro de radical livre 2, 2-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH.). Na avaliação antitumoral utilizou-se o ensaio colorimétrico com sulforrodamina B. Observou-se o maior conteúdo de fenólicos e flavonoides em extratos de folhas (389.98 e 104.52 mg g–1, respectivamente) e extratos de cálice (474.09 e 148.35 mg g–1, respectivamente) de plantas cultivadas com organosuper ®, embora esses valores não diferiram significativamente daqueles observados para os outros tratamentos. O IC50 de folhas (43.48 µg mL–1) e cálices (37.15 µg mL–1) demonstrou que ambos têm substâncias que podem contribuir para a ação seqüestradora de radicais livres. O extrato metanólico dos cálices mostrou seletividade na linhagem de leucemia (K-562), com valores de IC50 de 0,12 mg mL–1 (organosuper®) e 1,16 mg mL–1 (cama-de-frango) com concentração-dependente e efeito citotóxico e citocida.

Palabras clave : rosela; cama-de-frango; organosuper®; fenólicos; flavonoides; atividade.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )