SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.75 número1First record of Ceratium furcoides (Dinophyta), an invasive species, in a temporary high-altitude lake in the Iron Quadrangle (MG, Southeast Brazil)Effect of fire on a monodominant floating mat of Cyperus giganteus Vahl in a neotropical wetland índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984

Resumen

NASCIMENTO, WF. et al. Distribuição, manejo e diversidade da espécie ameaçada de inhame ameríndio (Dioscorea trifida L.). Braz. J. Biol. [online]. 2015, vol.75, n.1, pp.104-113. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.08313.

O objetivo deste trabalho foi verificar a ocorrência de Dioscorea trifida no Brasil e obter informações a respeito da sua distribuição, manejo e diversidade. Para tanto, foram visitados e entrevistados agricultores de 21 comunidades, nos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso. Durante as visitas, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas visando obter dados sócioeconômicos, de manejo e diversidade da cultura. Cinquenta e um acessos, além de dois acessos adquiridos em feiras no Estado do Amazonas, foram caracterizados por meio de 12 descritores morfológicos. A maioria dos entrevistados era homem (75%) com média de idade de 59,5 anos. Observou-se um número reduzido de jovens e mão de obra disponível para as atividades agrícolas, cerca de três indivíduos por roça. A maior parte dos agricultores (56%) cultiva apenas uma variedade de D. trifida, embora 44% tenham declarado o cultivo de mais de uma variedade, procedimento que visa dar maior garantia de colheita. Vários nomes populares foram observados para D. trifida, sendo cará roxo, a denominação mais utilizada pelos agricultores (43,4%). Os caracteres referentes às túberas, como cor da casca e da polpa, foram os mais relevantes para a distinção dos acessos. Os resultados obtidos poderão colaborar para elaborar estratégias de conservação, tanto ex situ como in situ, dentro da visão de conservação on farm.

Palabras clave : variabilidade genética; conservação in situ/on farm; túberas; descritores morfológicos.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )