SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 número1Floral morphology and anatomy of Dalechampia alata Klotzsch ex Baill. (Euphorbiaceae), with emphasis on secretory structuresFirst report of Lecanodiaspis dendrobii Douglas, 1892 (Hemiptera: Lecanodiaspididae) and the associated parasitoid Cephaleta sp. (Hymenoptera: Pteromalidae) in Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984versión On-line ISSN 1678-4375

Resumen

RIBEIRO, T. P. et al. Avaliação da citotoxicidade e genotoxicidade do látex de Hancornia speciosa usando o modelo da raiz de Allium cepa. Braz. J. Biol. [online]. 2016, vol.76, n.1, pp.245-249.  Epub 22-Ene-2016. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.20114.

O látex obtido de Hancornia speciosa é amplamente utilizado na medicina popular para tratar uma variedade de doenças, tais como: diarreia, úlcera, gastrite, tuberculose, acne e verrugas. Nesse estudo, foram avaliados os efeitos citotóxicos e genotóxicos do látex de H. speciosa sobre as células meristemáticas das raízes de Allium cepa. Os bulbos das cebolas foram expostos a diferentes concentrações de látex e depois submetidos à analise microscópica usando o corante Giemsa. A água foi usada como controle negativo e a ázida sódica como controle positivo. Os resultados mostraram que o índice mitótico (IM) das raízes de cebola submetidas ao tratamento com látex, nas condições testadas, não diferiram significativamente do controle negativo, e sugerem que o látex não é citotóxico. Também foi observada uma baixa incidência de aberrações cromossômicas nas células tratadas com látex de H. speciosa, o que sugere que o látex também não possui efeito genotóxico. O IM e a frequência de aberrações cromossômicas foram dependentes da concentração de látex. Outros estudos devem ser realizados para avaliar o efeito da dose na genotoxidade. Os resultados indicam que o látex de mangabeira, nas concentrações testadas, provavelmente não é danoso para saúde humana e pode ter potencial para ser usado na medicina.

Palabras clave : Cerrado; medicina popular; mutagênese.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )