SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue2Reproduction of the Atlantic Forest endemic star-throated antwren, Rhopias gularis (Aves: Thamnophilidae)Anesthesia by sprinkling method in the gills of tambaqui Colossoma macropomum does not influence intensity and morphology of monogeneans author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984On-line version ISSN 1678-4375

Abstract

REICHERT, M. B. et al. Desempenho biológico do ácaro predador Neoseiulus idaeus (Phytoseiidae): um candidato no controle de ácaros tetraniquídeos em soja brasileira. Braz. J. Biol. [online]. 2017, vol.77, n.2, pp.361-366.  Epub Aug 15, 2016. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.14915.

Soja (Glycine max (L.): Fabaceae) é a mais importante cultura agrícola brasileira. Tetraniquídeos fitófagos são pragas na cultura, Mononychellus planki McGregor, Tetranychus ludeni Zacher e T. urticae Koch. Neoseiulus idaeus Denmark & Muma (Phytoseiidae) é o ácaro predador de T. ludeni e T. urticae. Este estudo teve como objetivo avaliar o desempenho biológico de N. idaeus quando alimentado com T. urticae, T. ludeni e M. planki da região noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil. O estudo foi realizado em laboratório com predadores individualizados com diferentes presas. A duração média (dias) de N. idaeus desenvolvimento ovo-adulto foi semelhante independentemente da presa fornecida (T. ludeni – 5.29 ± 0.03; M. planki – 5.34 ± 0.05 e T. urticae – 5.23 ± 0.03 dias). Viabilidade feminina foi de 90% quando alimentados com M. planki e 100% em T. ludeni e T. urticae. Fecundidade de N. idaeus foi menor com M. planki (4.6 ± 1.58 ovos / fêmea) e maior com T. ludeni e T. urticae, 21.8 ± 3.22 e 26.2 ± 2.41, respectivamente. O tempo médio de uma geração (T) foi menor quando N. idaeus alimentados com M. planki do que quando em T. ludeni e T. urticae. A taxa líquida de reprodução (Ro) foi de 4.42 ± 0.49 em M. planki, 17.77 ± 0.55 em T. ludeni e 20.59 ± 0.48 no T. urticae. A capacidade inata de aumento (rm) foi menor em M. planki (0.09) e maior quando alimentados com T. ludeni (0.20) e T. urticae (0.22 fêmeas / fêmea / dia). Estes resultados demonstraram que N. idaeus é capaz de utilizar e desenvolver em todas as três espécies de tetraniquídeos. Mononychellus planki demonstrou ser a presa menos adequada para este predador do que T. urticae e T. ludeni.

Keywords : controle biológico; tabela de vida; Tetranychus urticae; Tetranychus ludeni.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )