SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue3The efficacy of clove oil as an anaesthetic and in euthanasia procedure for small-sized tropical fishesDistribution and genetic diversity of the human polyomaviruses JC and BK in surface water and sewage treatment plant during 2009 in Porto Alegre, Southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984On-line version ISSN 1678-4375

Abstract

GUERINO, L. R.; CARVALHO, J. F.; MAGALHAES, L. A.  and  ZANOTTI-MAGALHAES, E. M.. Suscetibilidade de Biomphalaria glabrata submetida à infecção concomitante com Angiostrongylus costaricensis e Schistosoma mansoni. Braz. J. Biol. [online]. 2017, vol.77, n.3, pp.451-458.  Epub Sep 26, 2016. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.15215.

A facilidade de adaptação do Angiostrongylus costaricensis, nematódeo responsável pela angiostrongiliase abdominal, a diversas espécies de moluscos terrestres e dulciaquícolas e as divergências observadas nas interações dos trematódeos com seus hospedeiros intermediários nos induziu a estudar a infecção concomitante de Biomphalaria glabrata com Schistosoma mansoni e A. costaricensis. A exposição prévia de B. glabrata ao A. costaricensis (com intervalo de 48 horas), favoreceu o desenvolvimento do S. mansoni observando-se elevação da taxa de infecção, maior liberação de cercárias e maior sobrevivência dos moluscos, quando comparado com os moluscos expostos somente ao S. mansoni. A exposição de B. glabrata previamente ao A. costaricensis e posteriormente ao S. mansoni também facilitou o desenvolvimento do A. costaricensis uma vez que na nona semana de infecção foi recuperada maior quantidade de larvas L3 de A. costaricensis, enquanto nos moluscos expostos somente ao A. costaricensis, o número de larvas recuperadas foi menor . Entretanto a pré-exposição de B. glabrata ao S. mansoni (com intervalo de 24 horas), e posteriormente a exposição ao A. costaricensis mostrou-se muito prejudicial à B. glabrata provocando grande mortalidade dos moluscos, redução do período pré-patente para liberação de cercárias e maior recuperação de larvas L3 de A. costaricensis.

Keywords : Biomphalaria; Nematoda; Trematoda; infecção concomitante.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )