SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.79 número1Abundance and population structure of Plesionika narval (Fabricius, 1787) in the Northeastern AtlanticAntifungal and antioxidant activities of mature leaves of Myrcia splendens (Sw.) DC. índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984versión On-line ISSN 1678-4375

Resumen

MOURA JUNIOR, E. G.; POTT, A.; SEVERI, W.  y  ZICKEL, C. S.. Resposta da biomassa de macrófitas aquáticas às mudanças limnológicas consequentes da variação do nível da água em reservatórios tropicais. Braz. J. Biol. [online]. 2019, vol.79, n.1, pp.120-126.  Epub 12-Mar-2018. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.179656.

Avaliamos a resposta da biomassa de macrófitas aquáticas às alterações ambientais após flutuação do nível de água (WLF) de dois reservatórios tropicais (R1 e R2), localizados no Nordeste do Brasil. Inicialmente, testamos a hipótese de que após uma WLF as condições limnológicas e a biomassa das macrófitas aumentam ou diminuem, dependendo da variável ou espécie. Por isso, monitoramos uma parcela permanente de 4 × 50 m, em quatro amostragens por período (pré ou pós-WLF), avaliando a biomassa de espécies e 10 variáveis ​​limnológicas. Utilizamos quadrados de 0,25 × 0,25 m na amostragem da biomassa. Uma vez que o efeito do WLF em variáveis limnológicas e biomassa das espécies foi confirmado, utilizamos a Análise de Correspondência Canônica para compreender a relação das variáveis ​​limnológicas com a biomassa de espécies. As espécies abundantes e/ou dominantes no pré-WLF de R1 (Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes e Salvinia auriculata ) e R2 (Paspalidium geminatum e S. auriculata ) reduziram sua biomassa pós-WLF, correlacionando-se diretamente com temperatura, fósforo total e nitrato. A redução da biomassa de P. stratiotes , E. crassipes e S. auriculata em pós-WLF ampliou a disponibilidade de recursos, permitindo a coexistência de espécies. Portanto, sugerimos que a mudança das condições limnológicas no pós-WLF em lagos artificiais atua apenas como um fator moderador da interação interespecífica (em especial a coexistência), sem relação direta entre essas condições e a biomassa das espécies.

Palabras clave : planta aquática; limnologia; ecologia vegetal.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )