SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Dynamic of "Eimeria" oocyst excretion during pregnancy and early lactation in native goats raised extensively in semiarid regionBiochemical profiles of ewes submitted to short-term nutritional supplementation in subtropical region author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal

On-line version ISSN 1519-9940

Abstract

QUEIROZ, Edicarlos Oliveira et al. Parâmetros fisiológicos e desempenho para ovelhas Santa Inês e cordeiros ½ Dorper - Santa Inês nas estações verão e inverno. Rev. bras. saúde prod. anim. [online]. 2015, vol.16, n.1, pp.199-209. ISSN 1519-9940.  https://doi.org/10.1590/S1519-99402015000100021.

Objetivou-se avaliar os parâmetros fisiológicos e o desempenho de ovelhas da raça Santa Inês e cordeiros ½ Dorper - Santa Inês nas estações verão e inverno. Foram utilizadas 160 ovelhas da raça Santa Inês e 189 cordeiros ½ Dorper - Santa Inês em delineamento inteiramente casualizado distribuídas em dois tratamentos, verão: 80 ovelhas e 92 cordeiros e no inverno: 80 ovelhas e 97 cordeiros. Registrou-se os parâmetros ambientais, temperatura do ar (TaoC), umidade relativa (UR%), velocidade do vento (Vv m.s-1) e temperatura do globo negro (TgoC) e parâmetros fisiológicos, temperatura retal (TRoC), frequência respiratória (FR mov.min-1) e frequência cardíaca (FC bat.min-1). A condição corporal das ovelhas foi aferida ao parto. No terço final de gestação verificou-se efeito significativo (P<0,05) para TR, FR e FC nas ovelhas, em que no verão os valores foram, respectivamente, 40,63oC, 102,58 (mov.min-1) e 128,34 (bat.min-1) com ICT 46, e no inverno foi de 38,34oC, 35,71 (mov.min-1), 77,96( bat.min-1) com ICT de 14. Os valores de TR, FR e FC ao parto e ao desmame também foram significativas entre as estações verão e inverno. Foram verificadas diferenças (P<0,05) para a TR, FR e FC dos cordeiros ao nascimento e ao desmame entre o verão e inverno. O peso ao nascer (4,51±2,86) e ao desmame (16,91±3,91) foram superiores para os cordeiros nascidos no verão. Durante o verão, ovelhas da raça Santa Inês foram superiores em escore de condição corporal, favorecendo nascimentos de cordeiros mais pesados e consequentemente peso ao desmame superior, com taxa de sobrevivência acima da encontrada no inverno.

Keywords : batimentos cardíacos; bioclimatologia; frequência respiratória; temperatura corporal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )