SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Probiótico na alimentação de pós-larvas de tilápias-do-nilo submetidas a desafio sanitárioAvaliação de diferentes doses de eCG na ressincronização da ovulação em vacas nelore lactantes submetidas à IATF índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal

versão On-line ISSN 1519-9940

Resumo

PEDREIRA, Marcelo Mattos; SCHORER, Marianne  e  FERREIRA, André Lima. Utilização de diferentes dietas na primeira alimentação de larvas de tambaqui. Rev. bras. saúde prod. anim. [online]. 2015, vol.16, n.2, pp.440-448. ISSN 1519-9940.  https://doi.org/10.1590/S1519-99402015000200018.

O tambaqui Colossoma macropomum (Cuvier, 1818) (Characiformes: Characidae) nativo da Bacia Amazônica. É uma espécie reofílica que em cativeiro se reproduz somente através da indução hormonal. Sendo a larvicultura de espécies nativas uma das fases que exige maior atenção, o início da alimentação exógena exerce grande importância para a produção e sobrevivência de alevinos. Ao longo do desenvolvimento, as larvas de tambaqui passam por modificações morfo-fisiológicas e no hábito alimentar. O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de diferentes dietas na primeira alimentação de larvas de tambaqui. As larvas de tambaqui foram cultivadas durante 20 dias, sob os seguintes tratamentos alimentares: plâncton; plâncton + ração; plâncton selecionado; plâncton selecionado + ração; e ração. A alimentação foi oferecida duas vezes ao dia, "ad libitum". As variáveis físico-químicas mantiveram-se em limites aceitos para a espécie. Os tratamentos que utilizaram o emprego de alimentos vivos resultaram em melhor desempenho produtivo das larvas de tambaqui. A adição da ração associada ao alimento vivo na alimentação das larvas de tambaqui também melhorou o desempenho, embora esta não seja indicada como única fonte alimentar, nos primeiros dias de vida. Portanto, o emprego de alimento vivo acrescido de ração, a partir do terceiro dia de alimentação exógena, proporciona melhor desempenho produtivo e sobrevivência de larvas de tambaqui.

Palavras-chave : larvicultura; primeira alimentação; zooplâncton.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )