SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número1Comportamento durante o desmame de peixe-boi-da-amazônia Trichechus inunguis (Natterer, 1883) em cativeiroBiometria testicular e concentrações séricas de testosterona de garanhões Pôneis da raça Brasileira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal

versão On-line ISSN 1519-9940

Resumo

SILVA, Emília Tatiane Lopes da et al. Larvas de linhagens de tilápia do Nilo submetidas à frequências alimentares sob baixa temperatura. Rev. bras. saúde prod. anim. [online]. 2017, vol.18, n.1, pp.193-203. ISSN 1519-9940.  http://dx.doi.org/10.1590/s1519-99402017000100018.

O manejo alimentar adequado associado a animais com maior rendimento e resistência a ambientes específicos, como águas com temperaturas abaixo da adequada à espécie, são determinantes para uma maior produtividade. Portanto, objetivou-se com o presente estudo comparar o desempenho da larvicultura de duas linhagens de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) submetidas a diferentes frequências alimentares com temperatura abaixo da faixa ótima para crescimento. Larvas das linhagens tailandesa (720 indivíduos com peso de 24,3 mg e comprimento total de 12,4 mm) e GIFT (720 exemplares com 22,5 mg e 12,0 mm), foram distribuídas em 24 aquários de 4L, na densidade de 15 larvas. L−1, 60 larvas aquário−1, sob aeração constante, fotoperíodo natural e temperatura a 23 °C, em sistema com recirculação com termostato. Elas foram submetidas a três frequências alimentares: 2, 5 e 8 vezes.dia−1, em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 linhagens x 3 frequências, com quatro repetições cada. Exceto a temperatura, os demais parâmetros de qualidade da água, amônia, nitrito, nitrato, turbidez, condutividade e pH, mantiveram-se adequados para a espécie. A linhagem tailandesa apresentou maiores comprimentos total e padrão, peso, fator de condição de Fulton, sobrevivência e biomassa, do que a GIFT. A frequência alimentar 5 vezes.dia−1 gerou maiores valores para as larvas em peso, comprimento total e padrão, do que as submetidas à frequência de 2 vezes.dia−1, e valores iguais, quando comparadas as submetidas à frequência de 8 vezes.dia−1. Na temperatura de 23 °C devese empregar as tilápias da linhagem tailandesa alimentadas 5 vezes.dia−1.

Palavras-chave : arraçoamento; GIFT; melhoramento genético; Oreochromis niloticus; tailandesa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )