SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue1Connectance of Brazilian social bee: food plant networks is influenced by habitat, but not by latitude, altitude or network sizeFree meals on long-distance cruisers: the vampire fish rides giant catfishes in the Amazon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0603

Abstract

OLIVEIRA, Deise Cristiane de  and  BENNEMANN, Sirlei Terezinha. Ictiofauna, recursos alimentares e relações com as interferências antrópicas em um riacho urbano no sul do Brasil. Biota Neotrop. [online]. 2005, vol.5, n.1, pp. 95-107. ISSN 1676-0603.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032005000100011.

Esta pesquisa foi desenvolvida na porção superior do ribeirão Cambé, subafluente do rio Tibagi, área urbana de Londrina, Paraná. O objetivo foi verificar as variações qualitativas e quantitativas das espécies de peixes e dos recursos alimentares consumidos pelas mesmas e suas relações com as alterações ambientais. Foram realizadas quatro coletas em cada um dos cinco trechos (P1 a P5), durante o período de novembro de 2001 a agosto 2002. Os resultados foram distintos em cada ponto em número de espécies e diversidade de itens alimentares, havendo correspondência entre ambos. Um menor número de espécies de peixes foi encontrado onde a diversidade de itens alimentares foi menor. Detrito foi o item alimentar mais abundante utilizado pelos peixes em todos os pontos, exceto em P1, onde insetos e vegetais terrestres estiveram também entre os alimentos abundantes. Em P2, P3 e P4 o alto valor percentual do peso de detrito consumido está relacionado com a abundância de Poecilia reticulata que é altamente tolerante às alterações antrópicas. Em P5, P. reticulata e Phalloceros caudimaculatus foram responsáveis pela quantidade de detrito consumido, enquanto restos de insetos e vegetais foram utilizados pelas quatro espécies de Tetragonopterinae, que se comportaram como generalistas. No ribeirão Cambé, ficou evidente o efeito de alterações antrópicas típicas de ambiente urbano, como a remoção da mata ciliar, lançamento de efluentes na água, mudança do canal e a introdução de espécies exóticas ou alóctones, entre as principais. Além disso, muitas espécies se comportaram como especialistas utilizando um alimento abundante (detrito) e, não uma variedade de recursos como seria esperado em riachos menos degradados.

Keywords : Peixes; riacho urbano; recursos alimentares; alterações ambientais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese