SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue1Relationship between ichthyofaunal diversity and hydrodynamic factors in a stream of Uruguay river basinDendrometry and litterfall of neotropical pioneer and early secondary tree species author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0611

Abstract

MARINI, Miguel Ângelo et al. Biologia reprodutiva de Tyrannus savana (Aves, Tyrannidae) em cerrado do Brasil Central. Biota Neotrop. [online]. 2009, vol.9, n.1. ISSN 1676-0611.  https://doi.org/10.1590/S1676-06032009000100007.

A tesourinha Tyrannus savana é um Passeriforme (Tyrannidae) migratório que ocorre no Planalto central entre os meses de agosto e fevereiro. Sua biologia reprodutiva é ainda pouco conhecida e foi abordada pelo presente estudo quanto aos seguintes aspectos: período reprodutivo, tamanho da ninhada, tempo de incubação e de permanência dos ninhegos no ninho, características dos ninhos e ovos, taxa de sucesso dos ninhos e taxa de predação. O estudo foi realizado na Estação Ecológica Águas Emendadas e em fragmentos do entorno, DF, nas estações reprodutivas de 2002 a 2007. Os ninhos (n = 78) foram monitorados em intervalos de 2-4 dias. O período reprodutivo estendeu-se de setembro a dezembro. O período médio de incubação foi de 13,6 ± 0,4 dias (n = 21) (média ± EP), e a permanência dos ninhegos no ninho foi de 15 ± 0,4 dias (n = 27). A maioria dos ninhos (n = 39) foi encontrada em cerrado ralo e em plantas-suporte do gênero Kielmeyera. O tamanho da ninhada variou de 1 a 3 ovos com média de 2,5 ± 0,3 ovos. O comprimento e a largura média dos ovos foram de 22,2 ± 0,2 mm e 15,8 ± 0,1 mm (n = 6), respectivamente, e o peso médio foi de 3,0 ± 0,2 g (n = 5). Trinta ninhos (52,5%) tiveram sucesso, 24 (43,8%) foram predados e apenas dois (3,7%) foram abandonados. O sucesso dos ovos foi de 39,2 ± 1,4%, sendo a taxa de eclosão de 0,6 ± 0,2 filhotes/ovo, a fecundidade de 1,5 ± 0,4 filhotes/fêmea e da produção anual de filhotes de 1,0 ± 0,3 filhotes/ninho. O sucesso dos ninhos (método de Mayfield) foi de 45,9% ± 1,1, não havendo diferença significativa entre a taxa média de sobrevivência diária nas fases de ovo e ninhego. Diversos parâmetros estimados para T. savana revelaram ser diferentes do esperado para um tiranídeo tropical.

Keywords : nidificação; neotrópico; predação; biologia reprodutiva; sucesso reprodutivo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License