SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue1Spatial variation and the habitat influence in the structure of communities of small mammals in areas of rocky fields in the Federal District author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0603

Abstract

CASTILHO-NOLL, Maria Stela Maioli; CAMARA, Carolina Figueira; CHICONE, Maira Favaron  and  SHIBATA, Érico Hissashi. Cladóceros (Crustacea, Anomopoda e Ctenopoda) pelágicos e litorâneos em reservatórios na região noroeste do estado de São Paulo, Brasil. Biota Neotrop. [online]. 2010, vol.10, n.1, pp. 21-30. ISSN 1676-0603.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032010000100001.

A região noroeste paulista é uma das regiões com menor quantidade de dados sobre o zooplâncton, comparado a outras regiões do estado. Os Cladocera constituem um grupo bastante representativo do zooplâncton, apresentando elevada diversidade de espécies. A maior parte desta diversidade pode ser encontrada nas regiões litorâneas de lagos e reservatórios, especialmente aquelas ocupadas por muitas macrófitas. Como parte de um projeto temático mais amplo (Programa Biota-Fapesp - Instituto Virtual da Biodiversidade, www.biotasp.org.br), o presente trabalho tem o objetivo de caracterizar as comunidades de cladóceros (Crustacea, Anomopoda e Ctenopoda) pelágicos e litorâneos presentes em pequenos reservatórios na região noroeste do estado de São Paulo, nas estações seca e chuvosa. As amostragens foram realizadas tanto na zona litorânea quanto pelágica de 10 pequenos reservatórios rasos (média de 2,8 m), através de arrastos verticais com rede de plâncton de 45 µm de malha. Parâmetros físicos e químicos da água também foram avaliados utilizando-se o aparelho Horiba U10. As concentrações de oxigênio e o pH foram mais baixos na estação chuvosa, indicando maiores taxas de decomposição. A entrada de matéria proveniente do ambiente rural pode ser o principal fator que contribui para a eutrofização dos reservatórios. No total, foram identificadas 58 espécies de cladóceros, sendo que destas, quatro constituem novas ocorrências para o estado de São Paulo. Esta elevada riqueza contrapõe-se com o fato de que a região noroeste paulista tem sido considerada uma das mais devastadas do estado. Maiores valores de riqueza e diversidade foram observados na zona litorânea, comparado à zona pelágica, durante as duas estações. Zonas litorâneas com maior diversidade de macrófitas também apresentaram maiores riqueza e diversidade de espécies de cladóceros do que zonas com menor diversidade de macrófitas. As comparações entre as zonas litorâneas e pelágicas evidenciaram a importância dos estudos nos diferentes compartimentos dos ambientes aquáticos, confirmando a elevada riqueza na zona litorânea, já relatada em tantos outros trabalhos, bem como revelando a forte influência da comunidade de macrófitas e do ambiente terrestre adjacente.

Keywords : cladóceros; Chydoridae; zona litorânea; macrófitas; noroeste paulista; lagos rasos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English