SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue1Length-weight relationship and condition factor for Oligosarcus hepsetus (Cuvier, 1829) in Serra do Mar State Park - Santa Virgínia Unit, Atlantic Forest, São Paulo, BrazilThe germination of seeds of Epiphyllum phyllanthus (L.) Haw. (Cactaceae) is controlled by phytochrome and by nonphytochrome related process author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0603

Abstract

MATTOX, George Mendes Taliaferro  and  IGLESIAS, José Manoel Pires. Ictiofauna do Rio Jurubatuba, Santos, São Paulo: um refúgio de diversidade em terras impactadas. Biota Neotrop. [online]. 2010, vol.10, n.1, pp. 107-114. ISSN 1676-0603.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032010000100010.

Levantamentos ictiofaunísticos na Mata Atlântica tem sido publicados em relativamente poucos trabalhos, apesar da grande importância biológica deste bioma que, mais vasto no passado, vem rapidamente desaparecendo por causa do crescimento desordenado das populações humanas e super exploração dos recursos naturais. O presente estudo objetivou acessar a fauna de peixes de uma bacia relativamente bem conservada entre as cidades de Santos e Cubatão (SP), uma área muito alterada pela atividade humana e carente de levantamentos ictiofaunísticos recentes. Coletas foram realizadas durante três campanhas no Rio Jurubatuba, um rio costeiro de médio porte, e no Riacho Sabão, um de seus afluentes. Foram amostrados 2773 indivíduos pertencentes a 25 espécies de 14 famílias. Seis espécies são primariamente marinhas e utilizam a porção mais alta do Rio Jurubatuba. Doze das 19 espécies de água doce são endêmicas da Mata Atlântica e quatro estão relacionadas em listas regionais de espécies ameaçadas. Apenas cinco espécies ocorreram no Rio Jurubatuba e Riacho Sabão concomitantemente. A família mais diversa foi Characidae, seguida de Poeciliidae, Rivulidae e Heptapteridae. Phalloceros caudimaculatus foi a espécie mais abundante, seguida de Poecilia vivipara e Geophagus brasiliensis. A área de estudo é considerada bem preservada e por causa de sua localização crítica, necessita de políticas conservacionistas para proteger sua diversidade de peixes.

Keywords : Mata Atlântica; conservação; espécies ameaçadas; endemismo; peixes de riacho.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English