SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Cleaning activity and fish clients of Elacatinus figaro (Pisces: Gobiidae) on coral reefs of Parrachos de Muriú, Northeastern BrazilFood resources used by fishes and trophic structure of four stretches in Capivara reservoir (Paranapanema River) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Biota Neotropica

versión impresa ISSN 1806-129Xversión On-line ISSN 1676-0611

Resumen

MIGUEL, Aline et al. Dinâmica da comunidade lenhosa de uma floresta de galeria na transição Cerrado-Floresta Amazônica no Leste de Mato Grosso, em um período de sete anos (1999 a 2006). Biota Neotrop. [online]. 2011, vol.11, n.1, pp.53-61. ISSN 1806-129X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032011000100005.

O estudo foi realizado na floresta de galeria do Córrego Bacaba (14º 43' 12,2" S e 52º 21' 36,7" W), na transição Cerrado-Floresta Amazônica em Nova Xavantina, Mato Grosso. O objetivo foi avaliar e comparar a dinâmica da comunidade lenhosa de três porções da floresta localizadas em um gradiente topográfico (alto, meio e baixo) em um período de sete anos. O inventário consistiu de 141 parcelas permanentes de 10 × 10 m distribuídas nas três porções da floresta, onde foram medidos os indivíduos com CAP > 15 cm, em 1999 e 2006. Foram calculados os parâmetros de dinâmica e o incremento periódico anual (IPA), com base no número de indivíduos e na área basal. Nas três porções de floresta a mortalidade foi superior ao recrutamento. A porção do baixo foi a mais dinâmica, pois apresentou a maior taxa de mortalidade (6,84%) e o maior recrutamento (4,73%). A elevada dinâmica da floresta deve-se, provavelmente, ao estágio de sucessão intermediário no qual ela se encontra e às diferentes condições do ambiente conforme a topografia. Os valores do IPA de algumas espécies comuns às três porções de floresta permitiram confirmar que ocorrem diferenças no incremento de uma porção para outra, indicando que algumas espécies apresentam restrições e outras são beneficiadas para crescer em determinados ambientes. Por outro lado, algumas espécies apresentaram valores de IPA similares nas três porções da floresta, confirmando plasticidade às diferentes condições ambientais. As espécies estudadas apresentaram taxas distintas de recrutamento, mortalidade e incremento relacionadas aos grupos ecológicos e à localização topográfica. Sugere-se que o gradiente topográfico e a inundação sazonal contribuem para posicionar esta comunidade entre as florestas tropicais mais dinâmicas.

Palabras clave : dinâmica florestal; floresta ripária; incremento; mortalidade; recrutamento.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons