SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Morcegos (Mammalia, Chiroptera) da Reserva Rio das Pedras, Rio de Janeiro, Sudeste do BrasilCaracterização florística e estrutural de remanescentes florestais de Quedas do Iguaçu, Sudoeste do Paraná índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Biota Neotropica

versão On-line ISSN 1676-0603

Resumo

ESGUICERO, André Luiz Henríques  e  ARCIFA, Marlene Sofia. Ictiofauna da bacia do Rio Jacaré-Guaçu, bacia do Alto Rio Paraná. Biota Neotrop. [online]. 2011, vol.11, n.1, pp. 103-113. ISSN 1676-0603.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032011000100010.

Este estudo teve como objetivo avaliar a composição e distribuição da ictiofauna em diferentes ambientes, a montante e a jusante da PCH Gavião Peixoto, na bacia do Rio Jacaré-Guaçu. A grande maioria da ictiofauna amostrada é autóctone e pertencente às ordens Characiformes e Siluriformes. A ordem Characiformes foi a que apresentou o maior número de espécimes capturados, sendo Astyanax altiparanae a espécie mais abundante em toda a bacia. Todos os ambientes estudados foram caracterizados pela alta ocorrência de espécies acidentais e apresentaram baixa similaridade entre suas ictiofaunas, principalmente quando comparados os ambientes a jusante com os ambientes a montante do barramento da PCH Gavião Peixoto. No geral, os ambientes a jusante apresentaram maior número de espécies e maiores valores do índice de diversidade. A diversidade de peixes nos ambientes estudados foi positivamente correlacionada com a profundidade do corpo d'água e negativamente correlacionada com a condutividade da água. Esta última correlação pode ser um indicativo da influência negativa da poluição registrada na bacia do Rio Jacaré-Guaçu sobre a ictiofauna local.

Palavras-chave : peixes Neotropicais; ecologia de rios; estrutura de comunidade; peixes de água doce; degradação ambiental.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês