SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Pimplinae (Hymenoptera, Ichneumonidae) in a Cerrado fragment in the Reserva Biológica Unilavras/Boqueirão, Ingaí, Minas Gerais, BrazilInventory of the Cassidinae species (Insecta, Coleoptera, Chrysomelidae) of the Parque Nacional do Itatiaia, RJ, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0611

Abstract

LIMA, Renato Augusto Ferreira de et al. Flora vascular do Parque Estadual Carlos Botelho, São Paulo, Brasil. Biota Neotrop. [online]. 2011, vol.11, n.4, pp.173-214. ISSN 1676-0611.  https://doi.org/10.1590/S1676-06032011000400018.

Localizado na Serra de Paranapiacaba, sul do Estado de São Paulo, o Parque Estadual Carlos Botelho (PECB) abriga mais de 37.000 ha de Floresta Atlântica em um dos remanescentes mais importantes e extensos deste Bioma no Brasil. No Parque, predomina a Floresta Ombrófila Densa Montana e Submontana. Com o objetivo de organizar as informações florísticas disponíveis e direcionar futuros levantamentos, este estudo apresenta a lista de espécies vasculares nativas das florestas do PECB. Além de coletas pessoais dos autores, foram compilados mais de 3.900 registros citados desde 1967. Provindos de diferentes fontes de informação, estes registros foram checados para verificar a presença de sinonímias botânicas e novas combinações. Foi listado um total de 1.143 espécies vasculares pertencentes a 140 famílias e 528 gêneros (outras 63 espécies não foram incluídas por serem exóticas ou de ocorrência/identificação duvidosa). Houve grande riqueza de Myrtaceae, Orchidaceae, Fabaceae, Asteraceae, Melastomataceae, Lauraceae, Rubiaceae e Bromeliaceae. Apesar da alta riqueza de espécies, a riqueza de ervas, epífitos e lianas está certamente subestimada no Parque, de modo que futuros levantamentos certamente incluirão várias espécies na lista apresentada aqui. Adicionalmente, foram encontradas mais de 60 espécies com algum grau de ameaça de extinção, principalmente entre as famílias Myrtaceae, Lauraceae e Gesneriaceae. Assim, os resultados encontrados colocam o PECB entre as unidades de conservação com maior riqueza de espécies no Estado de São Paulo, com grande importância nacional para a conservação de espécies de plantas.

Keywords : Floresta Atlântica; espécies ameaçadas; florística; Neotrópico; riqueza de espécies.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License