SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3Extensão da faixa de ocorrência de Boeckella bergi Richard, 1897 (Crustacea: Copepoda: Centropagidae), com comentários sobre a taxonomia da espécieForrageamento, sítios de oviposição e notas sobre a história natural do opilião Heteromitobates discolor (Opiliones, Gonyleptidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Biota Neotropica

versão impressa ISSN 1678-6424versão On-line ISSN 1676-0611

Resumo

VIANA, Jaqueline Lemos et al. Bionomia de Melipona mondury Smith 1863 (Hymenoptera: Apidae, Meliponini) em relação ao seu comportamento de nidificação. Biota Neotrop. [online]. 2015, vol.15, n.3, e20140097.  Epub 11-Ago-2015. ISSN 1678-6424.  http://dx.doi.org/10.1590/1676-06032015009714.

Melipona mondury Smith 1863 é uma espécie de abelha sem ferrão, importante polinizadora, produtora de mel e de pólen, mas ameaçada pela fragmentação dos habitats ao longo de sua área de ocorrência. Este artigo apresenta a identificação e a caracterização parcial dos substratos de nidificação e as características bionômicas, incluindo as populacionais, de M. mondury, comparando os dados de arquitetura do ninho entre colônias de cortiço e caixas rústicas. Dezenove colônias (13 em caixas rústicas e seis em cortiços) foram analisadas em relação aos substratos de nidificação, características do ninho (e.g.: comprimento e largura dos favos de cria, altura e diâmetro dos potes de pólen e mel) e população das abelhas. Foram encontrados volume e diâmetro médios da cavidade dos troncos nidificados por M. mondury, de 18,4 L e 15,8 cm; número médio de favos de cria de 9,26; diâmetro e altura médios dos potes de mel de 2,81 cm e 3,29 cm, sendo o volume médio de mel armazenado de 15,85 mL; altura e diâmetro médios dos potes de pólen de 3,21 cm e 2,93 cm, enquanto a massa média de pólen depositado foi de 12,56 g. A população variou de 3 537 a 10 281 indivíduos entre as colônias. Os resultados sugerem que a conservação de M. mondury deve envolver o reflorestamento com espécies nativas da Mata Atlântica; e as dimensões das caixas racionais foram definidas com base no tamanho médio dos ninhos no ambiente natural, para subsidiar estratégias conservacionistas e de manejo racional.

Palavras-chave : Abelhas sem ferrão; arquitetura do ninho; conservação; manejo racional; substrato de nidificação.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )