SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue6Galectin-3 in prostatic tumours: immunohistochemistry and digital image analysis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

Print version ISSN 1676-2444

Abstract

ROCHA, Rafael Malagoli et al. Construção de arrays de tecido com equipamento alternativo e de baixo custo para estudo imuno-histoquímico de tumores mamários. J. Bras. Patol. Med. Lab. [online]. 2006, vol.42, n.6, pp. 477-482. ISSN 1676-2444.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442006000600012.

INTRODUÇÃO: Tissue microarrays (TMA) são blocos contendo numerosos cilindros de tecido parafinado organizados em linhas e colunas que permitem analisar muitas amostras numa única lâmina. Equipamentos disponíveis comercialmente são importados e têm alto custo (entre 11 e 24 mil dólares). OBJETIVOS: Descrever uma forma alternativa de construção de arrays de tumores mamários de baixo custo e relatar nossa experiência na sua utilização em estudo imuno-histoquímico (IIQ). METODOLOGIA: Utilizou-se modelo que consiste numa minirretífica com agulha de biópsia hepática de 2mm de diâmetro acoplada à bancada com suporte (Dremel). Inicialmente preparou-se o bloco receptor fazendo o número de furos desejável (55). Cilindros de tecido foram obtidos com o mesmo dispositivo e colocados nos orifícios do bloco receptor. De cada bloco doador, obteve-se dois cilindros de diferentes áreas representativas do tumor. Em cada array foram incluídos cilindros de tumor (controle positivo e negativo) para cada anticorpo testado na IIQ, e cilindro marcador de iniciação da leitura da lâmina (fígado). Cortes seqüenciais de 4µm obtidos do array foram submetidos à IIQ. A primeira e a última lâmina foram coradas pela hematoxilina e eosina (HE) para avaliar: número de discos de tecido, preservação tecidual e adequabilidade da amostra. Foi realizada IIQ empregando anticorpos anti-receptores de estrógeno, progesterona, Ki67, p53 e Her2. RESULTADOS: O custo total do equipamento foi apenas US$180,00. Cortes histológicos do array apresentaram boa preservação tecidual, sendo adequados para avaliação morfológica e suficientes para confirmação diagnóstica. A qualidade das reações IIQ foi semelhante à obtida nos blocos doadores. CONCLUSÃO: Esse equipamento e a técnica representam uma alternativa econômica aos equipamentos comerciais.

Keywords : Array de tecidos; Câncer de mama; Imuno-histoquímica; Marcadores prognósticos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese