SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue4Transport system validation and analysis of biological samples sent to a central laboratoryNew aspects and the threat of an avian flu epidemic in a globalized world author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

Print version ISSN 1676-2444

Abstract

MENEZES, Everardo Albuquerque et al. Freqüência e atividade enzimática de Candida spp. na cavidade oral de pacientes diabéticos do serviço de endocrinologia de um hospital de Fortaleza-CE. J. Bras. Patol. Med. Lab. [online]. 2007, vol.43, n.4, pp. 241-244. ISSN 1676-2444.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442007000400004.

O diabetes mellitus (DM), uma doença endócrino-metabólica de alta e crescente prevalência, é citada como responsável pela ocorrência das candidíases orais. A candidíase constitui um espectro de infecções causadas por fungos do gênero Candida, sendo o seu agente mais comum a Candida albicans, embora outras espécies tenham sido identificadas (Candida tropicalis, Candida guillermondii, Candida glabrata, Candida krusei). O objetivo deste trabalho foi avaliar a freqüência e a atividade enzimática de Candida spp. na cavidade oral de pacientes diabéticos atendidos no Serviço de Endocrinologia do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará (HUWC/UFC). Foram coletadas amostras de 48 pacientes diabéticos, de ambos os sexos, com situações variáveis de controle glicêmico. Os materiais clínicos foram colhidos com ajuda de swabs e semeados em placas de Petri contendo ágar-Sabouraud dextrose com cloranfenicol e incubado a 37°C. Os crescimentos foram identificados pelas provas clássicas usadas em micologia. Depois, essas cepas de Candida foram submetidas a provas de detecção de enzimas fosfolipase e proteinase. Destas, 15 amostras (31,25%) apresentaram cultura positiva para o gênero Candida. A espécie mais freqüente foi a C. albicans, com 80%, seguida de C. tropicalis (13,3%) e C. guillermondii (6,7%). Quanto à pesquisa da atividade enzimática de Candida spp., foi observado que 86,6% delas apresentaram atividade de proteinase e 80%, de fosfolipase. Conclui-se com tais resultados que a C. albicans é a mais freqüente e que as espécies de Candida isoladas possuem fortes atividades enzimáticas.

Keywords : Candida spp.; Diabetes mellitus; Cavidade oral; Atividade enzimática.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese