SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número4Múltiplos melanomas malignos em área de cicatriz de queimadura: relato de caso e revisão da literaturaOtimização dos métodos para avaliar o DNA mitocondrial obtido a partir de tumores mamários caninos incluídos em parafina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

versão impressa ISSN 1676-2444

Resumo

SEMENTILLI, Angelo et al. Patologia do transplante renal: achados morfológicos principais e como laudar as biópsias. J. Bras. Patol. Med. Lab. [online]. 2008, vol.44, n.4, pp. 293-304. ISSN 1676-2444.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442008000400010.

O transplante renal alcançou expressivos e crescentes índices de sucesso desde sua implantação, constituindo atualmente uma terapia substitutiva de larga escala. É cada vez mais freqüente o encontro de biópsias de enxerto renal na rotina dos laboratórios de patologia, cujos achados são os mais variados. Este artigo resulta da experiência dos membros do Clube do Rim (da Sociedade Brasileira de Patologia) e apresenta um panorama geral da patologia do transplante renal, enfatizando a atual classificação de Banff, com suas principais categorias e entidades de diagnóstico problemático.

Palavras-chave : Rejeição aguda; Banff; Nefropatia crônica do enxerto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português