SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número5Adenocarcinoma de úraco: relato de dois casosExame intraoperatório por congelação na avaliação do linfonodo sentinela axilar no câncer de mama índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

versão impressa ISSN 1676-2444

Resumo

MEIRELLES, Luciana Rodrigues de; BRITO, Thiago Pires; PIAZA, Ana Claudia Sparapani  e  LOPES, Luiz Roberto. Expressão de CDX2 e mucinas (MUC1, MUC2, MUC5AC e MUC6) em esôfago de Barrett antes e após fundoplicatura de Nissen. J. Bras. Patol. Med. Lab. [online]. 2012, vol.48, n.5, pp.361-368. ISSN 1676-2444.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442012000500009.

INTRODUÇÃO: O esôfago de Barrett (EB) corresponde à substituição do epitélio escamoso por um do tipo intestinal, em resposta ao refluxo crônico nos pacientes com doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). É um importante precursor do adenocarcinoma esofágico. A fundoplicatura de Nissen (FN) é uma cirurgia antirrefluxo que visa a reduzir a agressão à mucosa esofágica. Alterações no padrão de expressão imuno-histoquímica de mucinas e de CDX2 no EB antes e depois da FN podem ser úteis na identificação de um padrão de expressão desses marcadores e, eventualmente, na identificação de casos com risco de evolução para malignidade. OBJETIVOS: Avaliar e comparar a imunoexpressão de CDX2 e mucinas no EB de pacientes com DRGE submetidos à FN antes e após a cirurgia. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 25 pacientes com diagnóstico de DRGE e EB submetidos à FN, acompanhados por, pelo menos, três anos. Foram feitos análise histológica e estudo imuno-histoquímico das biópsias endoscópicas antes e após a cirurgia, comparando-se a inflamação e a imunoexpressão de MUC1, MUC2, MUC5AC, MUC6 e CDX2. Estimou-se a porcentagem de células com expressão para os marcadores estudados na mucosa de Barrett: 0%-25%, 25%-75% e 75%-100% das células positivas. Foram utilizados os testes de McNemar e Stuart-William e adotou-se o nível de 5% de significância estatística. RESULTADOS E CONCLUSÃO: Não houve diferenças significativas quanto a presença ou intensidade de inflamação, nem da imunoexpressão de mucinas e CDX2 no EB antes e após a FN. O tratamento cirúrgico não influenciou a mudança da expressão dessas glicoproteínas no EB.

Palavras-chave : Esôfago de Barrett; Mucinas; CDX2; Imuno-histoquímica; Doença do refluxo gastroesofágico; Fundoplicatura de Nissen.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons