SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número5Exame intraoperatório por congelação na avaliação do linfonodo sentinela axilar no câncer de mamaDirofilariose humana em Joinville-SC: avaliação clinicopatológica dos primeiros casos relatados na região Sul índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

versão impressa ISSN 1676-2444

Resumo

MATOS, Felipe Rodrigues de; VASCONCELOS, Rodrigo Gadelha; QUEIROZ, Lélia Maria Guedes  e  FREITAS, Roseana de Almeida. Expressão de MMPs, marcadores angiogênicos e proliferação celular em tumores odontogênicos. J. Bras. Patol. Med. Lab. [online]. 2012, vol.48, n.5, pp.375-381. ISSN 1676-2444.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442012000500011.

INTRODUÇÃO E OBJETIVO: O conhecimento do comportamento biológico de lesões de natureza odontogênica é essencial para tornar a abordagem terapêutica adequada e estabelecer um prognóstico. A produção de metaloproteinases da matriz extracelular (MMPs), a angiogênese e a proliferação celular fornecem subsídios para o crescimento tumoral. O presente artigo tem como objetivo fazer uma revisão de literatura de pesquisas em tumores odontogênicos (TOs) selecionados a partir da nova classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2005 sobre a expressão de MMPs, marcadores angiogênicos e proliferação celular e verificar, nestes estudos, a relação desses marcadores quanto ao comportamento biológico dessas lesões. RESULTADOS: Nota-se que as MMPs -1, -2, -7, -9 e -26 encontram-se mais expressas no componente epitelial e estroma e, particularmente, a -13 em estroma. Uma maior angiogênese é observada em TOs mais agressivos. CD 105 foi mais expresso no TO ceratocístico (TOC) e CD34 em ameloblastomas sólidos (ASs). Relata-se elevada expressão do Ki-67 e p53 no TOC e no AS e baixo índice de proliferação celular no TO adenomatoide (TOA). CONCLUSÃO: Esses resultados mostram que as MMPs participam no processo de invasão e recorrência de algumas lesões odontogênicas, estando associadas ao comportamento biológico desses tumores. A angiogênese é fundamental para fornecer suporte à proliferação celular e esses dois eventos em conjunto estão correlacionados com diferentes níveis de comportamento biológico nos TOs, quando comparados com cistos de natureza odontogênica, o que pode sugerir o uso de inibidores angiogênicos como provável abordagem terapêutica nessas lesões.

Palavras-chave : Tumores odontogênicos; Metaloproteinases da matriz extracelular; Angiogênese; Ki-67; Proliferação celular; p53.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons