SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número1Análise do desempenho econômico-financeiro de empresas de saúdeAbertura ao capital estrangeiro e desempenho no setor bancário Brasileiro no período 2001/2005 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

RAE eletrônica

versão On-line ISSN 1676-5648

Resumo

CARVALHO NETO, Antonio Moreira de; TANURE, Betania  e  ANDRADE, Juliana. Executivas: carreira, maternidade, amores e preconceitos. RAE electron. [online]. 2010, vol.9, n.1, pp. 0-0. ISSN 1676-5648.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-56482010000100004.

Este artigo analisa a percepção das mulheres executivas que chegaram ao topo da hierarquia organizacional das grandes empresas no Brasil sobre os desafios à sua carreira. O referencial teórico explora os determinantes de sucesso na carreira: estrutura, o capital humano, a família, socioeconômicos, investimentos no trabalho e expectativas de recompensa. O artigo baseia-se em um método misto quantitativo-qualitativo. A pesquisa quantitativa contou com 965 respondentes, sendo 222 mulheres, numa amostra de 344 dentre as maiores empresas do país. A pesquisa qualitativa contou com 263 respondentes, dentre os quais 48 mulheres, em 10 grandes empresas de vários setores. Os resultados mostram que os obstáculos às altas exigências da carreira são colossais: preconceitos arraigados; pressão do relógio biológico; sobrecarga com os cuidados com os filhos versus jornada de trabalho muito extensa; dificuldades com o parceiro amoroso. Apesar de tudo, ainda que estejam insatisfeitas com o desequilíbrio entre seu tempo de trabalho e o de não trabalho, as mulheres executivas continuam apostando na carreira.

Palavras-chave : Mulheres executivas; carreira e família; carreira e maternidade; carreira e parceiro amoroso; preconceito.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português