SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue2Analysis of the intervening factors in breaches of contract in the Brazilian fuel sectorInter-institutional collaboration in research in Brazil: trends in articles in the innovation management area author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

RAE eletrônica

On-line version ISSN 1676-5648

Abstract

FORTIS, Martin Francisco de Almeida. Rumo à pós-modernidade em políticas públicas: a epistemologia situacional de Carlos Matus. RAE electron. [online]. 2010, vol.9, n.2, pp. 0-0. ISSN 1676-5648.  http://dx.doi.org/10.1590/S1676-56482010000200009.

O artigo discute a abordagem situacional desenvolvida por Carlos Matus, cujas técnicas operacionais (metodologia PES) foram bastante difundidas no âmbito do planejamento governamental, em contraste com a sua epistemologia, que permanece largamente ignorada no meio acadêmico especializado. Contestando a visão positivista e o economicismo reducionista da ortodoxia dominante, a epistemologia situacional propõe que as políticas públicas sejam pensadas dentro da lógica do jogo social, cujos fundamentos teóricos são complexidade, indeterminação e incerteza. Após descrição da trajetória intelectual de Carlos Matus, emprega-se a metodologia de pesquisa da análise bibliográfica com o propósito de investigar seus principais textos e evidenciar sua contribuição para uma orientação pós-moderna da gestão governamental. Revisando a literatura de políticas públicas, argumenta-se que a adoção da perspectiva situacional pode inspirar soluções alternativas aos problemas contemporâneos da administração pública, como a ampliação da eficiência administrativa e o fortalecimento democrático.

Keywords : Epistemologia situacional; políticas públicas; Carlos Matus; pós-modernismo; gestão pública.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese