SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Identification of aluminum resistant Andean common bean (Phaseolus vulgaris L.) genotypesChanges in growth and photosynthetic capacity of cucumber seedlings in response to nitrate stress author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Plant Physiology

Print version ISSN 1677-0420

Abstract

HERRERA, Ana; ESCALA, Marcia  and  RENGIFO, Elizabeth. Leaf anatomy changes related to physiological adaptations to flooding in Amazonian tree species. Braz. J. Plant Physiol. [online]. 2009, vol.21, n.4, pp. 301-308. ISSN 1677-0420.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-04202009000400006.

Nas árvores da floresta sazonalmente inundada do rio Mapire em Venezuela, a inundação cedo induz uma diminuição reversível na condutância foliar e na taxa fotossintética. Com o objetivo de encontrar uma explanação anatômica para as respostas observadas na trocas gasosas nas folhas, as características das folhas emersas desenvolvidas sob a drenagem ou após três meses de inundação foram examinadas nas espécies nas espécies arbóreas Acosmium nitens, Campsiandra laurifolia, Duroia fusifera, Eschweilera tenuifolia Pouteria orinocoensis e Symmeria paniculata, e nas folhas desenvolvidas somente sob inundação de Inga spuria e Tachigali davidsei. A anatomia foi notavelmente similar entre as espécies e as famílias e consistiu em um parênquima paliçádico bi-celular, um parênquima lacunoso de 5-6 células e grande espessura da folha inteira. A anatomia assemelhou-se também àquele das xerófitas ou das espécies sempre-verdes possuindo cutículas grossas, células epidérmicas grandes, paredes anticlinais das epidermes engrossadas e uma abundância de esclerênquima. Folhas das árvores inundadas v. não inundadas não eram qualitativamente diferentes. A área foliar específica assemelhou-se a valores de espécies decíduas em florestas secas tropicais. Nenhuma diferença quantitativa foi encontrada entre as folhas desenvolvidas em árvores não inundadas e inundadas, à exceção de uma redução na espessura da folha inteira do E. tenuifolia, P. orinocoensis e S. paniculata e uma mudança na contribuição do parênquima paliçádico a espessura foliar em E. tenuifolia. O tamanho e a densidade estomáticos nestas espécies exclusivamente hipostomáticas permanesceram não afetados pela inundação. Uma diminuição sob inundação na espessura foliar pode estar relacionado ao aumento da condutância mesofilar e conseqüentemente da taxa fotossintética.

Keywords : inundação; paliçada; parênquima; esclerênquima; lacunoso; estômatos; árvores tropicais.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English