SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número3Vias de acesso transperitoneal e retroperitoneal em cirurgia de aorta: resultados comparativos a longo prazo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

MIOTO NETO, Boulanger; AUN, Ricardo; ESTENSSORO, André Echaime Valentsissis  e  PUECH-LEAO, Pedro. Tratamento das lesões de aorta nos traumatismos torácicos fechados. J. vasc. bras. [online]. 2005, vol.4, n.3, pp.217-226. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492005000300002.

OBJETIVO: Rever a casuística, etiologia, lesões associadas, tipos de tratamento e evolução das lesões da aorta por trauma torácico fechado. MÉTODOS: Estudo retrospectivo em prontuário dos pacientes atendidos no Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo e tratados pelo Grupo de Cirurgia Vascular de janeiro de 2001 a junho de 2004. Foram analisados 10 pacientes, todos do sexo masculino, sendo sete com técnica endovascular e três com técnica operatória aberta. RESULTADOS: Quanto à localização, foram observadas oito lesões da aorta descendente junto ao istmo, uma lesão da aorta descendente na transição tóraco-abdominal e uma dissecção traumática da aorta. O intervalo de tempo para o tratamento cirúrgico foi, em média, de 10,62 ± 3,45 horas para os que receberam tratamento endoluminal e 28 ± 32,39 para os operados de forma convencional. Já o período de internação total variou de 9 a 180 dias (média de 23,33 ± 6,66 dias para os tratados com endoprótese e 42,55 ± 52,7 para os operados de forma convencional). Foram utilizadas uma endoprótese Excluder®, uma Apolo® e cinco Talent®. Dos pacientes operados, dois utilizaram bomba átrio femoral. Ocorreram dois óbitos, um entre os operados de forma convencional e um entre os operados com endopróteses. CONCLUSÕES: As lesões da aorta em casos de trauma torácico fechado são pouco freqüentes e geralmente associadas a um grande número de lesões associadas. O diagnóstico precoce e preciso é fundamental para a evolução do paciente. A correção com endopróteses nos pacientes estáveis do ponto de vista hemodinâmico apresenta-se como solução eficaz.

Palavras-chave : traumatismos torácicos; aorta torácica; implante de prótese vascular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons