SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número4Fístula arteriovenosa safeno-femoral superficial como acesso à hemodiálise: descrição de técnica operatória e experiência clínica inicialModelo experimental de aneurisma sacular de artéria ilíaca comum com pericárdio bovino em suínos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

MARQUES, Silvio Romero Barros; LINS, Esdras Marques; MARCHETTI, Fernanda  e  SOHSTEN, Walter V.. Visualização linfocintigráfica da desembocadura do ducto torácico. J. vasc. bras. [online]. 2005, vol.4, n.4, pp.349-352. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492005000400009.

OBJETIVO: Avaliar a sensibilidade da linfocintigrafia intersticial na visualização da desembocadura do ducto torácico. MÉTODO: Foram analisados 535 exames linfocintigráficos realizados no Serviço de Medicina Nuclear do Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no período de 1993 a 1999. Todas as linfocintigrafias foram realizadas através da injeção subcutânea, no primeiro espaço interdigital de cada pé, de 1 ml da solução de Dextran 500 marcado com Tecnécio-99 metaestável. RESULTADOS: A desembocadura do ducto torácico foi visualizada em 424 pacientes, que representam 79,3% das linfocintigrafias realizadas. Na avaliação por sexo, a desembocadura do ducto torácico foi visualizada em 191 pacientes do sexo feminino, representando 77% dos casos. Nos pacientes do sexo masculino, a desembocadura foi visualizada em 233 casos (80,9%). CONCLUSÃO: O presente estudo confirma a importância da linfocintigrafia como método de escolha na avaliação da circulação linfática e demonstra que esse exame apresenta uma alta sensibilidade para a visualização da desembocadura do ducto torácico.

Palavras-chave : linfografia; ducto torácico; sistema linfático.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons