SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número4O processo aterosclerótico em artérias de coelhos submetidos a dieta suplementada com gema de ovo: modelo experimental de baixo custoRecanalização da artéria femoral superficial com stents Zilver: técnica padronizada e análise retrospectiva de 3 anos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

TINOCO, Eugênio Carlos de Almeida et al. Estudo prospectivo comparativo entre a endarterectomia e a angioplastia com stent e proteção cerebral no tratamento das lesões ateroscleróticas carotídeas: resultados em 30 dias. J. vasc. bras. [online]. 2006, vol.5, n.4, pp.257-262. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492006000400004.

OBJETIVO: Analisar comparativamente os resultados, em 30 dias, entre a endarterectomia e a angioplastia com stent auto-expansível e filtro de proteção cerebral, avaliando a incidência de acidente vascular cerebral e óbito, bem como o tempo de permanência hospitalar no tratamento das lesões ateroscleróticas da bifurcação carotídea. MÉTODO: Estudo prospectivo, em que foram tratados 80 pacientes, sintomáticos e assintomáticos, com lesões estenóticas maiores que 60 e 70%, respectivamente, da bifurcação carotídea. Os pacientes foram divididos em dois grupos de 40 pacientes, que foram avaliados quanto a sexo, idade, comorbidades associadas e tabagismo. RESULTADOS: A taxa de acidente vascular cerebral e óbito foi de 5,0% em ambas as técnicas. Ocorreu um caso (2,5%) de ataque isquêmico transitório no grupo endovascular e nenhum na endarterectomia. No que se refere ao tempo de internação, o tratamento endovascular apresentou menor tempo em relação à endarterectomia, sendo estatisticamente significativo (P < 0,002). CONCLUSÕES: Nesta série apresentada, a incidência de acidente vascular cerebral e óbito em 30 dias foi de 5% nas duas técnicas utilizadas. Em relação ao tempo de internação, houve um menor tempo de permanência hospitalar a favor da técnica endovascular, com significância estatística (P < 0,002).

Palavras-chave : Carótida; endarterectomia; angioplastia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons