SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número3Aneurisma de veia poplítea: relato de caso e revisão de literaturaArtéria tibial posterior hipoplásica e a artéria peroneal aumentada suprindo a região crural posterior: uma variação rara índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

BUSATO, Cesar Roberto et al. Arterialização do arco venoso do pé para tratamento da tromboangeíte obliterante. J. vasc. bras. [online]. 2008, vol.7, n.3, pp.267-271. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492008000300013.

Em isquemia crítica sem leito arterial distal, um dos modos de irrigar o membro isquêmico é derivar o fluxo de maneira retrógrada através do sistema venoso. As primeiras tentativas de fístulas arteriovenosas terapêuticas datam do início do século passado. Realizadas na parte proximal dos membros inferiores, não obtiveram resultados favoráveis. A partir da década de 70, com os trabalhos pioneiros de Lengua, as fístulas passaram a ser estendidas até o pé, e os bons resultados apareceram em várias publicações. Os autores relatam a evolução de um caso de tromboangeíte obliterante submetida ao procedimento. Essa é uma cirurgia de indicação precisa, que requer estudo pré-operatório arterial e venoso e observância a detalhes de técnica operatória.

Palavras-chave : Arterialização venosa; isquemia crítica; fístulas arteriovenosas terapêuticas; salvamento de membro; tromboangeíte obliterante.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons