SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número3Isquemia mesentérica aguda e crônica: achados tomográficosDoença cística da artéria poplítea: relato de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449

Resumo

DALIO, Marcelo Bellini et al. Tratamento endovascular de aneurisma aorto-ilíaco sucedido por transplante renal. J. vasc. bras. [online]. 2010, vol.9, n.3, pp.164-167. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492010000300012.

Apresentamos o caso de aneurisma aortoilíaco em um paciente com insuficiência renal crônica dialítica tratado com uma endoprótese vascular, sendo, após, submetido a transplante renal. Um homem de 53 anos com insuficiência renal dialítica apresentava um aneurisma abdominal aortoilíaco assintomático com 5,0cm de diâmetro. Foi tratado com técnica endovascular com uma endoprótese Excluderâ. Após quatro meses, foi submetido a transplante renal (doador cadáver) com sucesso, com anastomose da artéria renal do enxerto na artéria ilíaca externa distal à endoprótese. A ressonância magnética 30 dias após o procedimento mostrou a endoprótese bem posicionada e o enxerto renal bem perfundido. No seguimento, o paciente evoluiu com melhora das escórias nitrogenadas, bom posicionamento da endoprótese, sem migração ou endoleak. O reparo endovascular do aneurisma aortoilíaco em paciente com insuficiência renal terminal em hemodiálise mostrou-se exequível, seguro e eficaz, e não comprometeu o sucesso do transplante renal posterior.

Palavras-chave : Aneurisma aórtico; aneurisma ilíaco; prótese vascular; transplante de rim.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons