SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número3Crioplastia para tratamento da doença arterial fêmoro-poplítea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449

Resumo

RABAHIE, Gilberto Narchi et al. Estudo comparativo entre os achados do exame físico, do mapeamento com eco-color Doppler e da exploração cirúrgica na recidiva das varizes de membros inferiores a partir da junção safeno-femoral. J. vasc. bras. [online]. 2011, vol.10, n.3, pp.198-204. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492011000300003.

CONTEXTO: A recidiva de varizes em membros inferiores é complicação frequente da safenectomia e sua incidência atinge até 80% dos casos. OBJETIVO: Avaliar a sensibilidade do exame físico e do mapeamento com eco-color Doppler no diagnóstico da insuficiência do coto da veia safena magna, em doentes previamente operados, comparando-os com os achados da exploração operatória da junção safeno-femoral. MÉTODOS: Foram estudados prospectivamente 30 doentes envolvendo 37 membros submetidos previamente à safenectomia magna para tratamento de varizes e que foram reoperados por recidiva de varizes na região inguinal ou em face anterossuperior da coxa. Todos os doentes foram submetidos ao mapeamento com eco-color Doppler. Os dados foram comparados com os achados da exploração da crossa da veia safena magna na reoperação. RESULTADOS: A sensibilidade do mapeamento com eco-color Doppler para a presença de insuficiência do coto da veia safena magna foi de 70,3% (26 concordâncias dentre os 37 membros) e resultados falsos negativos ocorreram em 29,7% (11) membros avaliados (p=0,03). A sensibilidade do achado de varizes na região inguinal e na face anteromedial da coxa com a presença de insuficiência do coto da veia safena magna foi de 100% (37 concordâncias dentre os 37 membros) e não houve resultados falsos negativos. CONCLUSÕES: No doente já submetido à safenectomia magna, a presença no exame físico de varizes recidivadas em região inguinal e na face anteromedial da coxa é sugestivo de insuficiência do coto da veia safena magna, devendo-se realizar o mapeamento com eco color Doppler para o adequado planejamento da reexploração da crossa da veia safena magna.

Palavras-chave : veia safena; varizes; recidiva; ultrassonografia; ultrassonografia Doppler em cores.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons