SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número4Investigacao de edema postural de membros inferiores em agentes de transitoCaracterizacao tecidual de imagem fotografica durante tratamento do pe diabetico ulcerado: nota tecnica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449

Resumo

BRANDAO, Gustavo Mucoucah Sampaio; SOBREIRA, Marcone Lima  e  ROLLO, Hamilton Almeida. Recanalização após trombose venosa profunda aguda. J. vasc. bras. [online]. 2013, vol.12, n.4, pp.296-302.  Epub 21-Out-2013. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/jvb.2013.050.

O processo de recanalização das veias dos membros inferiores, após um episódio de trombose venosa profunda aguda em pacientes anticoagulados com heparina e inibidores da vitamina K, faz parte da evolução natural da remodelagem do trombo venoso. Esse complexo processo de remodelagem envolve a adesão do trombo à parede da veia, à resposta inflamatória da parede do vaso, levando à organização e subsequente contração do trombo, à neovascularização e à lise espontânea de áreas no interior do trombo. A presença de fluxo arterial espontâneo em veias com trombose recanalizada tem sido descrita como secundária à neovascularização e se caracteriza pelo desenvolvimento de fluxo com padrão de fístulas arteriovenosas, identificadas por meio de mapeamento dúplex colorido. Nesta revisão, são discutidos alguns aspectos controversos da história natural da trombose venosa profunda, para uma melhor compreensão da sua evolução e do seu impacto sobre a doença venosa.

Palavras-chave : trombose venosa; ultrassonografia Doppler em cores; literatura de revisão como assunto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )