SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número4Recanalizacao apos trombose venosa profunda aguda índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449

Resumo

PEREIRA, Vitor Hugo Honorato et al. Caracterização tecidual de imagem fotográfica durante tratamento do pé diabético ulcerado: nota técnica. J. vasc. bras. [online]. 2013, vol.12, n.4, pp.303-307. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/jvb.2013.060.

Tratamento do pé diabético ulcerado é documentado fotograficamente. Adaptamos a técnica da caracterização tecidual ultrassonográfica (CATUS ou USTC) para análise da imagem fotográfica (CATIM ou p-IMTC). Cinco fotografias obtidas durante tratamento médico de pé diabético ulcerado, pós-amputação digital, foram quantificadas por software de imagem desenvolvido para caracterizar amplitudes de brilho em tons cinza. A mediana da escala cinzenta, ou Grey Scale Median (GSM), alterou de 127 para 98; 86; 76; e 83 durante o seguimento. Área da lesão, estimada por número de pixels, diminuiu de 17,85 para 12,44; 3,68; 2,11; e 0,15 cm². A porcentagem de número de pixels com granulação aumentou de 11% para 34%; 56%; 62%; e 75%. CATIM quantificou progresso do tratamento. GSM quantificou modificações generalizadas do tecido, a área da lesão foi estimada e a granulação foi documentada quantitativamente. Análises CATIM de lesões, úlceras, feridas, ou outros tecidos podem ser feitas, permitindo quantificação, caracterização e controle da evolução do agravo ou tratamento.

Palavras-chave : pé diabético; úlcera; fotografia; análise quantitativa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )