SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3É a lesão venosa a única responsável pela clínica da insuficiência venosa crônica dos membros inferiores?Morbimortalidade relacionada às infecções de ferida operatória ocasionadas por micro-organismos resistentes em cirurgias arteriais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

MORAES FILHO, Domingos et al. Ultrassonografia vascular no seguimento da correção endovascular do aneurisma da aorta abdominal. J. vasc. bras. [online]. 2014, vol.13, n.3, pp.168-174. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/jvb.2014.019.

Contexto

As informações sobre o seguimento de pacientes submetidos à correção endovascular de aneurisma de aorta abdominal com ultrassonografia vascular no Brasil são escassas, bem como sua comparação com os resultados obtidos com a angiotomografia. Na medida em que a ultrassonografia é um exame sem riscos, de baixo custo e de grande disponibilidade, esta se torna um método bastante atraente. Na presente pesquisa, procuramos avaliar a sensibilidade e a especificidade da ultrassonografia vascular (USV) no acompanhamento desses pacientes, comparando este método com a angiotomografia.

Materiais e métodos

Realizamos estudo prospectivo durante o período de junho de 2012 a maio de 2013. Para tanto, examinamos pacientes acompanhados pelo Ambulatório de Cirurgia Endovascular do Hospital Universitário de Londrina pós-correção endovascular de aneurisma de aorta abdominal. Todos os pacientes haviam sido submetidos à angiotomografia para acompanhamento e foram também avaliados através da radiografia abdominal (raio x simples) e da ultrassonografia vascular.

Resultados

Foram analisados 30 pacientes, com média de idade de 73 anos, com diâmetro médio do aneurisma de 6 cm, detectando-se quatro vazamentos endovasculares. Na avaliação desses vazamentos endovasculares, a ultrassonografia vascular obteve uma sensibilidade de 75% e uma especificidade de 96%, em relação à angiotomografia.

Conclusão

A ultrassonografia vascular é um excelente método primário na avaliação e no acompanhamento pós-cirúrgico de pacientes submetidos à correção endovascular do aneurisma da aorta abdominal (AAA). No entanto, em caso de alteração ultrassonográfica ou dificuldade na realização do exame, uma investigação mais específica deve ser realizada para confirmação diagnóstica.

Palavras-chave : Aneurisma aórtico; ultrassonografia; vazamento endovascular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )