SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3Aneurismas de artérias pulmonares na doença de BehçetTratamento de aneurisma de aorta sacular justarrenal com Multilayer Flow Modulator: relato do primeiro caso realizado em Hospital Público no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

SILVA, Flávio Santos da et al. Análise da atividade enzimática de MMP-2 e 9 coletadas por swab em úlcera venosa de membro inferior. J. vasc. bras. [online]. 2014, vol.13, n.3, pp.229-234. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/jvb.2014.038.

As metaloproteinases participam do reparo das úlceras venosas de membros inferiores. Até o momento, estudos de atividade enzimática utilizaram, em sua maior parte, biópsia das úlceras. Objetivamos avaliar a viabilidade da mensuração da atividade enzimática de metaloproteinases 2 e 9, extraídas por swab, em amostras de exsudato de úlcera venosa, através de zimografia. O método de processamento da amostra coletada mostrou-se viável, visto que foi possível obter concentração proteica adequada para análise. Através de zimografia, observamos que as quantidades de proteína total das amostras carregadas nos géis entre 0,125 e 0,5 μg, além do tempo de ativação enzimática de 19 horas (a 37 °C), foram parâmetros adequados e de melhor resultado para a análise da atividade gelatinolítica. A coleta através de swab mostrou-se um método simples, rápido e eficaz para a coleta de fluido de úlcera venosa com o objetivo de mensuração da atividade gelatinolítica com grau mínimo de invasividade.

Palavras-chave : úlcera venosa; metaloproteinases; gelatinases.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )