SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número4Perfil microbiológico e de resistência antimicrobiana no pé diabético infectadoDiagnóstico angiotomográfico da obstrução venosa ilíaco-cava na Insuficiência Venosa Crônica avançada índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Vascular Brasileiro

versão impressa ISSN 1677-5449versão On-line ISSN 1677-7301

Resumo

ERZINGER, Fabiano Luiz; MALAFAIA, Osvaldo  e  TIMI, Jorge Rufino Ribas. Base eletrônica de dados dos aneurismas arteriais. J. vasc. bras. [online]. 2014, vol.13, n.4, pp.294-305. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/1677-5449.0100.

Contexto:

A criação de um banco de dados eletrônico facilita o armazenamento de informações e agiliza o cruzamento de dados, tornando mais fácil a troca de conhecimentos para futuras pesquisas.

Objetivo:

Criar uma base de dados clínicos e cirúrgicos informatizada, de uma forma abrangente e atualizada, dos aneurismas arteriais mais frequentes, para auxiliar na realização de estudos científicos.

Métodos:

Foram selecionados os principais livros-texto da especialidade e artigos retirados de revistas e de bases de dados ligados à rede internacional de computadores (Internet), para que servissem de base estrutural do protocolo. A informatização dos dados foi realizada através da interface do programa SINPE© (Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos) e testada por um projeto piloto.

Resultados:

Com a informatização dos dados, criou-se o protocolo mestre, o qual abrange grande parte do conteúdo das doenças vasculares, sendo organizado em pastas principais; em seguida, foram criados 22 protocolos específicos dos sítios arteriais aneurismáticos mais predominantes, originados das informações contidas no protocolo mestre. O programa permite a coleta de dados de pacientes com suas características clínicas (anamnese e exame físico), exames complementares, tratamento realizado e o seguimento pós-tratamento. Qualquer informação de interesse destes pacientes que conste no protocolo pode ser cruzada, de acordo com o estudo que se queira realizar.

Conclusões:

Foi possível a criação da base de dados clínicos e cirúrgicos, relacionada aos aneurismas arteriais de maior interesse, adaptando estes dados a software específico; este dispositivo foi incorporado no SINPE©, possibilitando um meio para coleta de dados de pacientes, assim como o resgate destas informações de forma organizada para uso em estudos científicos.

Palavras-chave : aneurisma; base de dados; coleta de dados.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )