SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue4Evaluation of great saphenous vein occlusion rate and clinical outcome in patients undergoing laser thermal ablation with a 1470-nm bare fiber laser with low linear endovenous energy densityOpen versus endovascular surgery for treatment of popliteal artery aneurysms: 5 years’ experience at the HCRP-FMRP-USP author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Vascular Brasileiro

Print version ISSN 1677-5449On-line version ISSN 1677-7301

Abstract

GASPAR, Ricardo José; CASTRO, André Nóbrega; SIMOES, Manuel de Jesus  and  PLAPLER, Hélio. Endolaser ecoguiado em tempo real para termoablação sem intumescência perivenosa. J. vasc. bras. [online]. 2015, vol.14, n.4, pp.290-296. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/1677-5449.07214.

Contexto

Não há consenso na literatura médica sobre qual técnica é a ideal para aplicação do endolaser.

Objetivos

Avaliar a segurança e a eficácia do endolaser ecoguiado em tempo real para termoablação da veia safena magna (VSM) insuficiente, sem intumescência perivenosa.

Métodos

Trinta e quatro membros de pacientes em estágio clínico CEAP 2 a 6, com incompetência bilateral da junção safeno-femoral e da VSM, confirmada por eco-Doppler, foram submetidos à terapia por endolaser e acompanhados por um período de um ano. A aplicação foi feita por meio de fibra condutora de 600 µ, introduzida por via endovenosa, ao nível da região perimaleolar por toda VSM, sentido anterógrado, utilizando laser diodo com 15 w de potência e 980 nm de comprimento de onda, no modo contínuo, guiado por eco-Doppler, e forma padronizada para monitoração em tempo real da termoablação de toda a veia-alvo. Foram anotados os efeitos adversos e as complicações.

Resultados

Dos 34 membros tratados, 2,9% apresentaram hiperestesia, celulite e cordão fibroso, todos transitórios; em 8,8%, constatou-se hipoestesia perimaleolar, transitória e sem repercussão clínica; não houve relato de trombose venosa profunda. Das 34 safenas fotocoaguladas, houve 100% de oclusão imediata, uma recanalização sem refluxo no controle de um mês e 100% de oclusão após seis meses e um ano, mostrado pelo eco-Doppler.

Conclusões

Ablação utilizando endolaser 980 nm, ecoguiado em tempo real, sem intumescência perivenosa, promoveu fotocoagulação suficientemente controlada, com oclusão imediata e em médio prazo da VSM, de forma segura e eficaz, e configura-se como método terapêutico recomendável para o tratamento da doença venosa crônica.

Keywords : varizes; insuficiência venosa; veia safena/cirurgia; terapia a laser.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )