SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue4Comparative study of the Ankle-Brachial Index in diabetic and non-diabetic patients with critical limb ischemiaMetabolic syndrome, atherosclerosis and inflammation: an inseparable triad? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Vascular Brasileiro

Print version ISSN 1677-5449On-line version ISSN 1677-7301

Abstract

SILVA JUNIOR, João Antônio da et al. Avaliação da saturação tecidual de oxigênio durante o sintoma claudicante em pacientes com doença arterial periférica. J. vasc. bras. [online]. 2015, vol.14, n.4, pp.311-318. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/1677-5449.002115.

Contexto

O relato de sintoma claudicante em pacientes com doença arterial periférica é utilizado como modulador da intensidade de exercício físico para o tratamento clínico, entretanto os valores de oxigenação tecidual nesse momento são desconhecidos.

Objetivo

Descrever o suprimento tecidual de oxigênio por meio da espectroscopia de luz próxima ao infravermelho ou Near-Infrared Spectroscopy (NIRS) nos momentos em que o paciente relata sintoma claudicante inicial e máximo em testes de exercício.

Métodos

Nove pacientes, oito homens com 65,63 ± 6,02 anos de idade, previamente diagnosticados com doença arterial periférica, realizaram teste de exercício de carga constante e de carga incremental com monitorização do nível de oxigenação tecidual através da NIRS. As saturações de oxigênio obtidas no momento em que o paciente relata sintoma claudicante inicial e no momento em que relata sintoma claudicante máximo foram comparadas com os valores de saturação da manobra de oclusão arterial por meio do intervalo de confiança de 95% da diferença.

Resultados

Verificou-se que os valores de saturação nos momentos de sintoma claudicante inicial e máximo são estatisticamente distintos quando comparados àqueles obtidos na manobra de oclusão arterial, entretanto, através da análise percentual do quão distante esses valores encontram-se é possível observar que, do ponto de vista clínico, eles estão próximos.

Conclusões

A saturação no momento em que o paciente relata sintomas claudicantes inicial e máximo é bastante próxima do valor de saturação no momento de oclusão e do ponto de vista clínico o relato subjetivo de sintoma do paciente é adequado como parâmetro para a prescrição do exercício físico.

Keywords : doença arterial periférica; espectroscopia de luz próxima ao infravermelho; teste de esforço; claudicação intermitente.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )