SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue3Risk factors and short and medium-term survival after open and endovascular repair of abdominal aortic aneurysmsVenous thromboembolism prophylaxis on flights author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Vascular Brasileiro

Print version ISSN 1677-5449On-line version ISSN 1677-7301

Abstract

POLIMANTI, Afonso César et al. Influência dos achados intraoperatórios no fluxo imediato de fístulas radiocefálicas de punho para hemodiálise. J. vasc. bras. [online]. 2018, vol.17, n.3, pp.208-214.  Epub Sep 06, 2018. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/1677-5449.001518.

Contexto

O fluxo adequado de uma fístula arteriovenosa recém-confeccionada depende de múltiplas características dos vasos, bem como de comorbidades do paciente. Diversos estudos associam achados pré-operatórios e suas relações à falha do acesso, mas poucos analisam a influência dos achados encontrados no intraoperatório.

Objetivos

Avaliar o valor preditivo desses achados no fluxo imediato de fístulas arteriovenosas radiocefálicas de punho (FAVRCPs) para hemodiálise através de coleta de dados facilmente mensuráveis do intraoperatório.

Métodos

Um único cirurgião realizou 101 FAVRCPs em 100 pacientes, em um único centro. Analisou-se o fluxo do pós-operatório imediato através da intensidade do frêmito imediatamente após a confecção do acesso, e os resultados foram comparados com dados demográficos e achados intraoperatórios. As variáveis analisadas foram sexo, idade, comorbidades, extensão da veia visível ao exame físico, presença de calcificação arterial macroscópica, diâmetro venoso máximo e extensão de veia livre de estenose, avaliadas através da cateterização venosa com sonda uretral durante o procedimento. O teste de qui-quadrado foi utilizado tanto para excluir um possível viés de confusão pelo lado do acesso como para avaliar o valor preditivo das variáveis na intensidade do frêmito.

Resultados

Não foi identificada diferença significativa nas variáveis segundo o lado do acesso. A ausência de calcificação arterial, a possibilidade de cateterização venosa com sonda de 6 French ou maior, e a sua progressão por mais de 10 cm através do lúmen da veia proximal tiveram correlação com frêmito imediato adequado ao fim do procedimento (p = 0,004, p < 0,001 e p = 0,005, respectivamente).

Conclusões

Nesta série de 101 FAVRCPs, o diâmetro e a progressão de cateter 6 French ou maior através da veia proximal e a ausência de calcificação arterial apresentaram valor preditivo positivo na obtenção de frêmito imediato adequado de FAVRCP para hemodiálise.

Keywords : renal dialysis; risk factors; arteriovenous shunt; surgical/adverse effects/methods; predictive value of tests; thrombosis/diagnosis/etiology/physiopathology.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )