SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número1Ética e justiça nas pesquisas sediadas em comunidades: o caso de uma pesquisa ecossistêmica na AmazôniaPragmática da investigação científica: uma abordagem nomológica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Scientiae Studia

versão impressa ISSN 1678-3166

Resumo

WILD, Rafael; MAURENTE, Vanessa; MARASCHIN, Cleci  e  BIAZUS, Maria Cristina. "Coisas que as pessoas sabem": computação e territórios do senso comum. Sci. stud. [online]. 2011, vol.9, n.1, pp. 149-166. ISSN 1678-3166.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-31662011000100008.

A inteligência artificial constrói, através da computação, sistemas com capacidades especiais na medida em que são capazes de realizar tarefas elaboradas para as quais a inteligência humana seria, em princípio, essencial. Um desses sistemas, um projeto de longo prazo e larga escala conhecido como CYC, propõe-se a uma tarefa considerada muito difícil, que é a de representar e tornar utilizável computacionalmente o conhecimento de senso comum, isto é, conhecimento não especializado, de que as pessoas lançam mão no decorrer do dia a dia sem mesmo dar-se conta de que o estão utilizando. Para realizar este projeto, seus criadores partem de premissas não explicitadas, tais como a de que esse conhecimento é, em primeiro lugar, representável de alguma maneira formal. Examinaremos com atenção esse projeto, para tentar tornar visíveis algumas dessas premissas que consideramos importantes. Buscaremos mostrar, ademais, como o conhecimento ali expresso é marcado pela perspectiva dos seus criadores sobre o mundo e sobre o que se constitui como conhecimento válido.

Palavras-chave : Inteligência artificial; Senso comum; Pressupostos epistemológicos; Tecnologia e sociedade; Conhecimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português