SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4A construção da oposição entre Lamarck e Darwin e a vinculação de Nietzsche ao eugenismoFunción como concepto teórico author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Scientiae Studia

Print version ISSN 1678-3166

Abstract

RAMOS, Maurício de Carvalho. Vegetações artificiais: palingênese, árvores metálicas e plasmogenia. Sci. stud. [online]. 2011, vol.9, n.4, pp. 821-846. ISSN 1678-3166.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-31662011000400005.

No presente artigo, compararemos três processos de produção artificial de vegetais: a palingênese, processo em que plantas reduzidas às suas cinzas ou sais são ressuscitadas em laboratório por meio de procedimentos químicos, a produção de árvores metálicas, cristalizações artificiais produzidas pela dissolução de um metal em ácido sob condições especiais e a plasmogenia, estudo da origem e da natureza do protoplasma através de síntese artificial de suas estruturas e funções primordiais. A partir dessa comparação, será discutida uma série de problemas em torno das noções de organismo, vida, indivíduo, geração e fisiologia, visando estabelecer algumas linhas de continuidade filosófica e histórica entre aspectos das ciências da vida e da química dos séculos xvii, xviii e xx.

Keywords : Geração vegetal; Fisiologia vegetal; Palingênese; Árvores metálicas; Plasmogenia; Herrera; Ressuscitação; História da biologia; Filosofia da biologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese