SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número2O progresso do homem brasileiro pelo mecanismo de seleção natural em Miranda Azevedo índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Scientiae Studia

versión impresa ISSN 1678-3166

Resumen

CARVALHO, André Luis de Lima  y  WAIZBORT, Ricardo. Os mártires de Bernard: a sensibilidade do animal experimental como dilema ético do darwinismo na Inglaterra vitoriana. Sci. stud. [online]. 2012, vol.10, n.2, pp. 355-400. ISSN 1678-3166.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-31662012000200007.

O presente trabalho investiga as implicações éticas do uso de animais experimentais na Inglaterra vitoriana com o advento do darwinismo, a partir de meados do século XIX. A tese darwiniana da origem comum entre animais e humanos, por um lado, afirmava a importância e justificava cientificamente o uso de animais em estudos de fisiologia experimental, mas, por outro lado, também fortalecia o questionamento da legitimidade moral da exploração dos animais pela ciência. Isso porque se o animal darwiniano figurava como um modelo experimental ideal, ele também era visto como um ser sensível, que compartilhava com os humanos a suscetibilidade ao sofrimento físico e emocional. Discutem-se também os aspectos de continuidade e de transformação sofridos pelo animal vitoriano com o advento do darwinismo e o alvorecer da fisiologia experimental na Inglaterra da segunda metade do século XIX, dando especial ênfase s implicações éticas - amplamente levantadas então pelos adeptos do movimento antivivisseccionista, como Frances Power Cobbe - quanto ao emprego de animais domésticos em experimentos fisiológicos.

Palabras llave : Darwin; Darwinismo; Cobbe; Fisiologia experimental; Vivissecção; Antivivisseccionismo; Cão; Animal darwiniano; Inglaterra vitoriana; Ética animal.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués