SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número24Falsa interface como recurso poético na obra interativaA retórica procedimental como agente de articulação entre identidade e alteridade. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


ARS (São Paulo)

versão impressa ISSN 1678-5320versão On-line ISSN 2178-0447

Resumo

OLIVEIRA, Branca de; ZANI, Heloisa  e  ZANI, Amilcar. A dobra schumanniana: transitividade e intermeios. ARS (São Paulo) [online]. 2014, vol.12, n.24, pp.70-81. ISSN 1678-5320.  https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2014.96739.

a dobra schumanniana é um concerto-instalação que consiste em performances videográfica e pianística desenvolvidas em ambiente especialmente produzido para tal finalidade. A composição videográfica é projetada simultaneamente tanto nas paredes do ambiente quanto em tela especial, envolvendo completamente um palco central, circular e elevado, onde está localizado um piano. Através de processamento digital em tempo real, as imagens da performance pianística são mescladas à projeção mapeada de um vídeo pré-editado. Este composto videográfico não só busca traduzir a consonância da multiplicidade que atravessa a obra schumanniana com o paradigma estético processual que caracteriza o mundo contemporâneo, como também alia a expressão artística da performance pianística e da videoinstalação à prática da pesquisa organizada e do estudo crítico continuamente renovado, ressaltando a atualidade das proposições arquitetadas pelos gênios da cultura, Robert e Clara Schumann, e Johannes Brahms. Desse modo, o foco de a dobra schumanniana corrobora a coetaneidade de obras poéticas distantes no tempo.

Palavras-chave : arte-pesquisa; interdisciplinaridade; multiplicidade; música/vídeo; interatividade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )