SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Análise da resposta tecidual de dois cimentos endodônticos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Journal of Applied Oral Science

versão impressa ISSN 1678-7757

Resumo

CONTI, Paulo César Rodrigues et al. Dores orofaciais: mecanismos básicos e implicações para um tratamento efetivo. J. Appl. Oral Sci. [online]. 2003, vol.11, n.1, pp. 1-7. ISSN 1678-7757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-77572003000100002.

Dor Orofacial é um campo da odontologia dedicado ao diagnóstico e tratamento de dores orofaciais crônicas e complexas, além d e desordens motoras. Essa especialidade odontológica tem se desenvolvido por vários anos com o objetivo de prover um melhor entendimento de um grupo de pacientes que, de alguma forma, não tinham dores de origem dentária e nem condições óbvias médicas que explicassem suas dores na face. Depois de um longo período propondo tratamentos baseados apenas no aspecto mecanicista da doença, nossa profissão percebeu a importância de entender mecanismos básicos de diagnóstico diferencial para melhor controlar esses casos. Essa mudança de mentalidade tem levado a modificações na educação em odontologia, assim como nos procedimentos clínicos executados. Historicamente considerada como um "problema de oclusão", as dores orofaciais obtiveram recentemente o reconhecimento como especialidade em nosso país. Baseado nisso, o objetivo desse artigo é discutir diferenças básicas entre os tipos mais comuns de dor orofacial, assim como ressaltar a importância do conhecimento de mecanismos de condução de dor para a formulação de um plano de tratamento efetivo.

Palavras-chave : Dor orofacial; Dor muscular; Neuropatia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês