SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Análise da resposta tecidual de dois cimentos endodônticosEfeitos do alcoolismo crônico e da desintoxicação alcóolica sobre a glândula submandibular de ratos: estudo morfométrico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Applied Oral Science

versão impressa ISSN 1678-7757versão On-line ISSN 1678-7765

Resumo

TOMITA, Nilce Emy  e  GRUPO DE ESTUDO DE DIABETES EM NIPO BRASILEIROS et al. Condições de saúde bucal e diabetes mellitus na população nipo-brasileira de Bauru-SP. J. Appl. Oral Sci. [online]. 2003, vol.11, n.1, pp.15-20. ISSN 1678-7757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-77572003000100004.

Este estudo transversal foi delineado para estimar a prevalência de diabetes mellitus, intolerância à glicose e condições de saúde bucal na população de origem japonesa, na faixa de 40 a 79 anos de idade, residente no município de Bauru-Brasil. Todos os indivíduos da primeira geração (isseis) e uma amostra casualizada de um terço da segunda geração (niseis) foram submetidos a entrevista domiciliar, totalizando 530 indivíduos. O exame clínico e teste oral de tolerância à glicose, e exame das condições de saúde bucal, foram realizados no Hospital de Reabilitação de Anomalias Crânio-Faciais - USP. Os dados foram processados através do programa Epi-Info, sendo que 22,9% apresentaram ocorrência de diabetes mellitus (grupo I), 15,1% tolerância à glicose diminuída (grupo II) e 61,9% foram considerados normoglicêmicos (grupo III). O percentual de indivíduos desdentados totais foi de 45,9% para a amostra e valores de 58,4%, 46,7% e 41,2% foram verificados para os grupos I, II e III, respectivamente. Entre os indivíduos edêntulos, nenhum apresentava necessidade de confecção de prótese total, em contraposição aos dados encontrados para a população brasileira em levantamento realizado pelo Ministério da Saúde (1986), cuja necessidade era da ordem de 8,3% na faixa etária de 35 a 59 anos. Pôde-se concluir que o edentulismo apresenta associação significante com a ocorrência de diabetes mellitus, porém não com a intolerância à glicose.

Palavras-chave : Diabetes mellitus; Saúde bucal; Epidemiologia; População nipo-brasileira.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons