SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue3Evaluation of radioprotective effect of carnosine (beta- alanyl-1- histidine) on the wound healing in ratsThe effect of specimen dimensions on the flexural strength of a composite resin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of Applied Oral Science

Print version ISSN 1678-7757

Abstract

MAGALHAES, Cláudia Silami de et al. Avaliação da microdureza ao redor de restaurações de compósito confeccionadas com sistemas adesivos contendo fluoretos . J. Appl. Oral Sci. [online]. 2005, vol.13, n.3, pp. 259-264. ISSN 1678-7757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-77572005000300011.

O objetivo deste estudo foi avaliar a microdureza do esmalte dental ao redor de restaurações em compósito que utilizaram sistemas adesivos contendo fluoretos (FCAS), após tratamento dessas superfícies restauradas aos protocolos de ciclagem térmica e pH. Cavidades cilíndricas padronizadas foram preparadas em 175 superfícies de esmalte de fragmentos dentais, os quais foram aleatoriamente divididos em sete grupos (n=25). Quatro grupos utilizaram os FCAS: Optibond Solo (OS); Prime&Bond 2.1 (PB); Syntac Sprint (SS) e Tenure Quick (TC). Outros grupos consistiram em restaurações "Sandwich" (STR - ionômero de vidro como base + restauração em composíto) ou utilizaram Single Bond com (SB) ou sem (SBWC) ciclagens. Os sistemas adesivos foram aplicados segundo as instruções dos fabricantes e as cavidades restauradas com compósito microparticulado (Durafill VS). Após o acabamento e polimento, todos grupos foram submetidos a 1.000 ciclos térmicos (5 ºC e 55 ºC) e a um protocolo de ciclagem de pH (desmineralização-pH 4,3 e remineralização-pH 7,0), exceto para o grupo SBWC. A microdureza das superfícies de esmalte foi mensurada ao redor das restaurações. Indentações foram feitas nas distâncias de 100, 300 and 450-mm da parede cavitária. Os dados foram analisados pela ANOVA (2 fatores) and Teste de Duncan (5%). Os valores médios ± DP da microdureza do esmalte para os grupos foram (Kg/mm2): SBWC: 314,50 ± 55,93a ; SB: 256,78 ± 62,66b; STR: 253,90 ± 83,6b; TQ: 243,93 ± 68,3b; OS: 227,97 ± 67,1c; PB: 213,30 ± 91,3d; SS: 208,73 ± 86,6d. As médias ± DP de microdureza para as distâncias 150, 300, 450 mm da parede cavitária foram, respectivamente: 234,46 ± 77,81a; 240,24 ± 85,12a; 262,06 ± 79,46b. O grupo SBWC que não foi submetido aos protocolos de ciclagem térmica e pH mostrou a maior média de microdureza do esmalte e os FCAS resultaram nos menores valores de microdureza. Na distância de 450 mm da parede cavitária, a microdureza apresentou aumento significativo.

Keywords : Esmalte dentário; Fluoreto; Sistemas adesivos; Microdureza.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English