SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número1Analisys of local thermal discomfort in surgical environments with the use of mannequins, measurement of environmental variables and subjective evaluationThe influence of the incidence angle on the heat gains through transparent materials índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Ambiente Construído

versión On-line ISSN 1678-8621

Resumen

PEREIRA, Fernando Oscar Ruttkay; PEREIRA, Roberto Carlos  y  CASTANO, Alexander González. Quão confiáveis podem ser os modelos físicos em escala reduzida para avaliar a iluminação natural em edifícios?. Ambient. constr. [online]. 2012, vol.12, n.1, pp. 131-147. ISSN 1678-8621.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212012000100009.

A iluminação natural apresenta-se como uma das estratégias individuais de maior potencial para a redução do consumo de energia nos edifícios. Para a realização desse potencial é essencial caracterizar precisa e quantitativamente o ambiente luminoso. Há várias décadas, modelos físicos em escala reduzida tem sido empregado para a avaliação da iluminação natural. Entretanto, apesar dos benefícios, o método tem sido alvo de críticas que apontam os erros encontrados como sendo deficiências intrínsecas dele. Este estudo visa avaliar duas das fontes de erro mais citadas: medição sob condições de céu real, e o efeito de escala. O estudo foi desenvolvido em duas etapas: (a) comparação de iluminâncias medidas simultaneamente num ambiente real e num modelo físico em escala reduzida, expostos ao céu real; e (b) comparação de iluminâncias medidas em modelos físicos construídos em três diferentes escalas, submetidos a um céu artificial do tipo "caixa de espelhos". Na primeira etapa, os erros foram inferiores a 5%, exceto naquelas situações em que a componente refletida foi relevante. Na segunda etapa, os resultados foram ainda melhores, mostrando uma insignificância do efeito de escala, com divergências inferiores a 4%. Através deste estudo, é possível afirmar que o método é confiável, desde que cuidados sejam tomados na confecção dos modelos e nas medições, em especial no que tange às propriedades ópticas das superfícies, condições de exposição dos modelos (entorno), precisão dimensional e procedimentos fotométricos.

Palabras llave : Iluminação natural; Método experimental; Modelos físicos.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués