SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue4RTQ-R’s shadings devices evaluation from a thermal and luminous point of viewMapping humidity plume over local climate zones in a high-altitude tropical climate city, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ambiente Construído

On-line version ISSN 1678-8621

Abstract

LOPEZ, Guillermo Angel Perez  and  SOUZA, Léa Cristina Lucas de. Espaços verdes urbanos e a influência no controle de ruído do tráfego veicular. Ambient. constr. [online]. 2018, vol.18, n.4, pp.161-175. ISSN 1678-8621.  http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212018000400299.

Neste trabalho, foi estudada uma relação estatística entre áreas verdes e ruído de tráfego veicular. Uma cidade brasileira de médio porte foi selecionada como área de estudo. Esta área foi dividida em 25 subáreas, e para cada subárea um grupo de descritores foi desenvolvido. Os parâmetros considerados foram as áreas ocupadas pelas zonas verdes e os índices de ruído gerado pelo tráfego veicular em períodos do dia e noite. As áreas verdes foram quantificadas por processamento digital de imagens de satélites. O ruído do tráfego veicular foi medido diretamente no local e analisado pelo índice de poluição sonora (Lnp), o nível de som equivalente (LAeq) e o nível de som dia/noite (Ldn). A relação estatística entre descritores de ruído e áreas verdes foi estabelecida usando o coeficiente de correlação linear de Pearson (r). Foram desenvolvidos dois tipos de análise: generalizado, incluindo as 25 subáreas; e específico, classificando as subáreas em clusters. A primeira análise indicou uma tendência para uma correlação negativa média, entre áreas verdes e índice de poluição de ruído diurno (Lnpd), índice de poluição de ruído noturno (Lnpn) e Ldn (r=-0.577, -0.484, -0.373, respectivamente). Na segunda análise, considera-se o subconjunto 3, que representa áreas com instituições educacionais e clínicas, esta correlação foi classificada como alta negativa (r=-0,729, -0,721, -0,541). Os resultados revelam índices com alta correlação negativa, significando estatisticamente que existe uma relação proporcional inversa entre áreas verdes e poluição sonora.

Keywords : Espaços verdes urbanos; Descritores de ruído; Ruído de tráfego; Conforto acústico; Imagens de satélite; Processamento de imagens.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )